PSDB adere ao governo de Eduardo Campos

Entrada dos tucanos no governo do PSB em Pernambuco foi definida durante almoço, na segunda-feira (30), entre o governador Eduardo Campos e o deputado federal Sérgio Guerra (PSDB); aproximação do PSDB ao governo de Campos é um sinal de que tucanos e socialistas poderão marchar juntos na disputa pelo governo estadual, o que abriria palanque presidencial duplo em Pernambuco

Entrada dos tucanos no governo do PSB em Pernambuco foi definida durante almoço, na segunda-feira (30), entre o governador Eduardo Campos e o deputado federal Sérgio Guerra (PSDB); aproximação do PSDB ao governo de Campos é um sinal de que tucanos e socialistas poderão marchar juntos na disputa pelo governo estadual, o que abriria palanque presidencial duplo em Pernambuco
Entrada dos tucanos no governo do PSB em Pernambuco foi definida durante almoço, na segunda-feira (30), entre o governador Eduardo Campos e o deputado federal Sérgio Guerra (PSDB); aproximação do PSDB ao governo de Campos é um sinal de que tucanos e socialistas poderão marchar juntos na disputa pelo governo estadual, o que abriria palanque presidencial duplo em Pernambuco (Foto: Valter Lima)

247 - O PSDB, que até recentemente fazia oposição ao governo de Eduardo Campos (PSB), em Pernambuco, deverá ser anunciado como a mais nova legenda a integra a administração do socialista na próxima semana. Nesta segunda-feira (30), o governador almoçou com o deputado federal Sérgio Guerra (PSDB) e definiu a adesão.

A entrada do PSDB no governo, do qual o PT participou até o rompimento entre as duas legendas, é um sinal da aproximação das duas siglas no Estado. Há possibilidade, inclusive, de PSB e PSDB marcharem juntos na disputa pela sucessão de Campos, o que abriria palanque presidencial duplo em Pernambuco - tanto para o próprio Campos como para o senador tucano Aécio Neves.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247