PT barra votação de projeto que intensifica privatização da Sabesp

Após ação da bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), foi barrado o projeto do governador Geraldo Alckmin que intensifica a privatização da Sabesp, com a criação de uma holding para levar a empresa ao mercado de negócios; deputados petistas propõem que os recursos dos dividendos obtidos a partir da holding sejam destinados prioritariamente em serviços de saneamento básico a 100% da população do estado

Após ação da bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), foi barrado o projeto do governador Geraldo Alckmin que intensifica a privatização da Sabesp, com a criação de uma holding para levar a empresa ao mercado de negócios; deputados petistas propõem que os recursos dos dividendos obtidos a partir da holding sejam destinados prioritariamente em serviços de saneamento básico a 100% da população do estado
Após ação da bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), foi barrado o projeto do governador Geraldo Alckmin que intensifica a privatização da Sabesp, com a criação de uma holding para levar a empresa ao mercado de negócios; deputados petistas propõem que os recursos dos dividendos obtidos a partir da holding sejam destinados prioritariamente em serviços de saneamento básico a 100% da população do estado (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 - Após ação da bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), foi barrado o projeto do governador Geraldo Alckmin que intensifica a privatização da Sabesp, com a criação de uma holding para levar a empresa ao mercado de negócios. A proposta recebeu 78 emendas, que estão na fase de análises e negociações com os líderes governistas.

Deputados petistas propõem que os recursos dos dividendos obtidos a partir da holding sejam destinados prioritariamente em serviços de saneamento básico a 100% da população do estado.

O PT também defende a criação de um Fundo para onde serão destinados o dinheiro, como forma de garantir que o montante não caia no Tesouro do Estado, pois, no caixa geral da administração, os recursos correm o risco de não serem aplicado nos investimentos de captação e distribuição de água e na coleta e tratamento de esgoto.

A batalha pela defesa da Sabesp e maior transparência no processo de discussão do projeto que ocorre na Assembleia, tem mais uma etapa na manhã desta quarta-feira (30), com a presença do secretário de governo Saulo de Castro Abreu Filho.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247