PT: "Não estamos negociando com PMDB debaixo dos panos"

O presidente estadual do PT, Júlio César Brasil, divulgou nota à imprensa para repudiar as declarações do membro da Executiva Estadual Célio Moura que afirmou que o partido não terá candidatura própria e que já estaria negociando um apoio ao PMDB "por debaixo dos panos"; "Diferente do que ele afirmou, não estamos negociando com o PMDB “debaixo dos panos”. Nossa postura com o PMDB e com os demais candidatos está se dando de forma transparente e em conformidade com as resoluções do partido", diz o dirigente petista

O presidente estadual do PT, Júlio César Brasil, divulgou nota à imprensa para repudiar as declarações do membro da Executiva Estadual Célio Moura que afirmou que o partido não terá candidatura própria e que já estaria negociando um apoio ao PMDB "por debaixo dos panos"; "Diferente do que ele afirmou, não estamos negociando com o PMDB “debaixo dos panos”. Nossa postura com o PMDB e com os demais candidatos está se dando de forma transparente e em conformidade com as resoluções do partido", diz o dirigente petista
O presidente estadual do PT, Júlio César Brasil, divulgou nota à imprensa para repudiar as declarações do membro da Executiva Estadual Célio Moura que afirmou que o partido não terá candidatura própria e que já estaria negociando um apoio ao PMDB "por debaixo dos panos"; "Diferente do que ele afirmou, não estamos negociando com o PMDB “debaixo dos panos”. Nossa postura com o PMDB e com os demais candidatos está se dando de forma transparente e em conformidade com as resoluções do partido", diz o dirigente petista (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O presidente estadual do PT, Júlio César Brasil, divulgou nota à imprensa nessa segunda-feira, 3, para repudiar as declarações do membro da Executiva Estadual Célio Moura que afirmou que o partido não terá candidatura própria e que já estaria negociando um apoio ao PMDB "por debaixo dos panos".

"Diferente do que ele afirmou, não estamos negociando com o PMDB “debaixo dos panos”. Nossa postura com o PMDB e com os demais candidatos está se dando de forma transparente e em conformidade com as resoluções do partido."

Segundo a nota do presidente, falta a Célio Moura sintonia com a base do PT e com o seu papel de dirigente desta Executiva Estadual. "Ele desconsidera a Resolução de Tática Eleitoral e Política de Alianças aprovada neste final de semana que diz de forma incisiva e “não debaixo dos panos”, que o PT manterá “o diálogo com as pré-candidaturas de Marcelo Miranda (PMDB), de Marcelo Lelis (PV) e do Senador Ataídes Oliveira (PROS), para a construção da melhor alternativa para a reeleição da Presidenta Dilma Rousseff (PT)”".

Em matéria do Portal CT, Célio Moura, que é ligado ao ex-prefeito de Palmas Raul Filho, teceu duras críticas à posição do partido. Moura criticou o fato do PT estar na oposição ao governo do Estado mas ter feito parte da base governista no início do governo Siqueira Campos. "O PT fez parte sim! Foi base do Siqueira, se calou e votou todos os projetos que ele enviou. Uma vergonha, um escárnio, uma coisa horrorosa! Até hoje nunca vi uma manifestação robusta contra o Palácio Araguaia", criticou o petista (leia aqui).

Leia na íntegra a nota do presidente do PT.

"Nota da Presidência do Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores vem repudiar as declarações do membro da Executiva Estadual, Célio Moura que, de forma desrespeitosa, desconsidera as decisões tomadas no Encontro de Estratégia e Tática Eleitoral, realizado no sábado, dia 31 de maio de 2014.

Diferente do que ele afirmou, não estamos negociando com o PMDB “debaixo dos panos”. Nossa postura com o PMDB e com os demais candidatos está se dando de forma transparente e em conformidade com as resoluções do partido.

A falta de sintonia com a base do PT e com o seu papel de dirigente desta Executiva Estadual, que ele desqualifica, é tamanha, que Célio Moura desconsidera a Resolução de Tática Eleitoral e Política de Alianças aprovada neste final de semana que diz de forma incisiva e “não debaixo dos panos”, que o PT manterá “o diálogo com as pré-candidaturas de Marcelo Miranda (PMDB), de Marcelo Lelis (PV) e do Senador Ataídes Oliveira (PROS), para a construção da melhor alternativa para a reeleição da Presidenta Dilma Rousseff (PT)”.

A candidatura do companheiro Freitas, militante do Partido dos Trabalhadores há mais de 30 anos, traduz a vontade da militância de ter um candidato a senador orgânico e presente na vida partidária, ao contrário, de quem sequer aparece nas atividades partidárias para defender suas posições políticas.

Estamos honrados de ter o companheiro Freitas representando o partido, ele tem mantido a coerência ideológica e não tem fugido à luta em defesa dos trabalhadores, além de não utilizar-se de correspondentes nas plenárias do Partido para defender seus ideários.

 Júlio Cesar

Presidente Estadual do PT"

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247