PT prepara militância para enfrentar crise e ameaça de prisão de Lula

A Comissão Executiva do PT Ceará esteve reunida ontem para debater a conjuntura e traçar ações para enfrentar o golpe e a suposta ameaça de prisão do ex-presidente Lula. Segundo o presidente do PT, Fco. de Assis Diniz, "passado o período eleitoral, a pauta do PT é defender seu legado, o brilho da estrela e a maior liderança que esta País já conheceu, o presidente Lula". Hoje, o PT Ceará está convocando as secretarias setoriais do partido para uma reunião extraordinária, a partir das 17 horas, na sua sede, com o objetivo de discutir a preparação de materiais de divulgação e ações de rua

A Comissão Executiva do PT Ceará esteve reunida ontem para debater a conjuntura e traçar ações para enfrentar o golpe e a suposta ameaça de prisão do ex-presidente Lula. Segundo o presidente do PT, Fco. de Assis Diniz, "passado o período eleitoral, a pauta do PT é defender seu legado, o brilho da estrela e a maior liderança que esta País já conheceu, o presidente Lula". Hoje, o PT Ceará está convocando as secretarias setoriais do partido para uma reunião extraordinária, a partir das 17 horas, na sua sede, com o objetivo de discutir a preparação de materiais de divulgação e ações de rua
A Comissão Executiva do PT Ceará esteve reunida ontem para debater a conjuntura e traçar ações para enfrentar o golpe e a suposta ameaça de prisão do ex-presidente Lula. Segundo o presidente do PT, Fco. de Assis Diniz, "passado o período eleitoral, a pauta do PT é defender seu legado, o brilho da estrela e a maior liderança que esta País já conheceu, o presidente Lula". Hoje, o PT Ceará está convocando as secretarias setoriais do partido para uma reunião extraordinária, a partir das 17 horas, na sua sede, com o objetivo de discutir a preparação de materiais de divulgação e ações de rua (Foto: Fatima 247)

A Comissão executiva do PT Ceará esteve reunida ontem para debater a conjuntura e traçar ações para enfrentar o golpe e a suposta ameaça de prisão do ex-presidente Lula.

O presidente do PT, Francisco de Assis Diniz, considera que "o momento é crítico e que o golpe, para além de destituir presidenta Dilma Rousseff, ainda está em andamento e objetiva destruir o partido e acabar com todos os avanços sociais implementados nos últimos treze anos pelos governos petistas. Por isso, está mais que na hora de reagir com a força que a nossa militância tem. Não vamos aceitar os retrocessos que estão sendo impostos pelo governo golpista.

Segundo de Assis, "passado o período eleitoral, a pauta do PT é defender seu legado, o brilho da estrela e a maior liderança que esta País já conheceu, o presidente Lula". 

Entre as ações propostas pela Comissão executiva do PT, estão a realização de uma plenária reunindo militantes de Fortaleza e da Região Metropolitana, no próximo dia 24/10 e a orientação para que todos os diretórios municipais realizem plenárias da militância até o dia 30/10,, para construir um calendário de luta, em cada cidade do Ceará.

Ainda hoje, o PT Ceará está convocando os setoriais do partido para uma reunião extraordinária, a partir das 17 horas, na sua sede, com o objetivo de discutir a preparação de materiais de divulgação e ações de rua.

Ataques ao PT na campanha de Fortaleza

Sobre os ataques ao PT pelo candidato do PMDB/PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, o presidente de Assis informou que o partido está entrando com ações na justiça eleitoral pedindo a suspensão da veiculação da propaganda e direito de resposta. Também ontem, a comissão executiva estadual divulgou nota repudiando os ataques e prestando solidariedade ao governador Camilo Santana e ao deputado José Guimarães, citados na propaganda eleitoral.

Veja a integra da nota:

Nota pública e moção de desagravo 

Depois de uma campanha demagógica e vazia no 1o. turno das eleições, em que explorou a violência e o medo como estratégia para angariar votos, e mentiu para a população , mesmo sabendo que a atividade policial não é atribuição da prefeitura, o candidato do PMDB/PSDB, capitão Wagner Sousa, desfere agora, na sua propaganda eleitoral de rádio e TV, um ataque virulento ao Partido dos Trabalhadores, de forma desrespeitosa e descabida, depois, inclusive, de ter tentado o apoio de nossa candidata, Luizianne Lins, que obteve quase 200 mil votos, provando que apesar da campanha sórdida feita contra o PT, a força mobilizadora do partido ainda o credencia como o principal agente político no Brasil.

O PT lamenta e repudia veementemente o ataque covarde ao partido, ao nosso governador Camilo Santana, ao deputado federal José Guimarães, bem como a toda a sua militância e ao legado inigualável das políticas sociais de nossos governos.

Não obstante não estarmos representados por nenhuma das candidaturas no 2o. turno dessas eleições, diante dos fatos, a Comissão Executiva Estadual do PT do Ceará entende ser fundamental afirmar claramente que um candidato covarde , mentiroso e oportunista não merece ser o prefeito de nossa capital e que já tomou todas as medidas judiciais para responder esses ataques despropositados e extemporâneos.
Ao mesmo tempo, está Comissão Executiva manifesta sua solidariedade e desagravo ao governador Camilo Santana e ao deputado federal José Guimarães.

Comissão Executiva Estadual - PT Ceará

Fortaleza, 17 de outubro de 2016

 

 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247