PT reúne executiva estadual para analisar recursos do PED

A Comissão Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores se reúne, na tarde de hoje, para analisar os recursos apresentados por diversos municípios sobre os resultados do Processo de Eleições Diretas (PED), que renovou as direções municiais do partido, realizado no último dia 9 de abril. A secretaria de Organização do PT recebeu onze recursos, dos quais seis, se referem à Fortaleza. Os outros recursos envolvem os municípios de Aracati, Limoeiro do Norte, Iguatu, Maracanaú e Monsenhor Tabosa

A Comissão Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores se reúne, na tarde de hoje, para analisar os recursos apresentados por diversos municípios sobre os resultados do Processo de Eleições Diretas (PED), que renovou as direções municiais do partido, realizado no último dia 9 de abril. A secretaria de Organização do PT recebeu onze recursos, dos quais seis, se referem à Fortaleza. Os outros recursos envolvem os municípios de Aracati, Limoeiro do Norte, Iguatu, Maracanaú e Monsenhor Tabosa
A Comissão Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores se reúne, na tarde de hoje, para analisar os recursos apresentados por diversos municípios sobre os resultados do Processo de Eleições Diretas (PED), que renovou as direções municiais do partido, realizado no último dia 9 de abril. A secretaria de Organização do PT recebeu onze recursos, dos quais seis, se referem à Fortaleza. Os outros recursos envolvem os municípios de Aracati, Limoeiro do Norte, Iguatu, Maracanaú e Monsenhor Tabosa (Foto: Fatima 247)

A Comissão Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores se reúne, na tarde de hoje, para analisar os recursos apresentados por diversos municípios sobre os resultados do Processo de Eleições Diretas (PED), realizado no último dia 9 de abril. A secretaria de Organização do PT recebeu onze recursos, dos quais seis, se referem à Fortaleza. Os outros recursos envolvem os municípios de Aracati, Limoeiro do Norte, Iguatu, Maracanaú e Monsenhor Tabosa.

Em Fortaleza, o vereador Acrísio Sena foi o mas votado para a presidência do partido, com 1509 votos. O outro candidato, o ex-vereador Deodato Ramalho, que obteve 1506 votos, não aceitou o resultado e pediu a impugnação de duas urnas, alegando irregularidades na mesmas. Com a impugnação, Deodato seria o vencedor.

A apuração em Fortaleza foi muito tumultuada e a comissão organizadora, designada pela direção municipal do partido só fez a contagem dos votos no dia 12, após determinação da direção estadual. Mesmo, assim, a comissão perdeu os prazos definidos pela direção nacional do PT e os resultados de Fortaleza ainda não foram computados.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247