PTB adia decisão sobre fusão com o DEM

A bancada do PTB na Câmara e no Senado optou por prorrogar a decisão sobre uma possível fusão com o DEM; decisão foi tomada por maioria absoluta (23 dos 25 deputados e três senadores); depois foi  divulgado um documento em que avaliam ser precipitada a fusão; partido também quer ouvir as bases e aguardar a definição sobre a Reforma Política

A bancada do PTB na Câmara e no Senado optou por prorrogar a decisão sobre uma possível fusão com o DEM; decisão foi tomada por maioria absoluta (23 dos 25 deputados e três senadores); depois foi  divulgado um documento em que avaliam ser precipitada a fusão; partido também quer ouvir as bases e aguardar a definição sobre a Reforma Política
A bancada do PTB na Câmara e no Senado optou por prorrogar a decisão sobre uma possível fusão com o DEM; decisão foi tomada por maioria absoluta (23 dos 25 deputados e três senadores); depois foi  divulgado um documento em que avaliam ser precipitada a fusão; partido também quer ouvir as bases e aguardar a definição sobre a Reforma Política (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - A bancada do PTB na Câmara e Senado decidiu por maioria absoluta, no final da noite desta terça-feira (7), prorrogar a decisão sobre a possível fusão do PTB com os Democratas. Depois de um intenso debate, 23 dos 25 deputados da bancada na Câmara e três senadores divulgaram documento, ressaltando ser precipitada neste momento a fusão das siglas partidárias.

No documento, os parlamentares enfatizam a importância de se ouvir as bases do partido, organizadas em milhares de municípios. "Nossa postura aqui no PTB sempre foi de tomar decisões afinadas com nossos filiados, prefeitos e vereadores - célula primordial para o exercício de um bom mandato", afirma o líder do PTB, deputado Jovair Arantes.

Outro aspecto que pesou no adiamento da decisão foi a definição sobre a Reforma Política, que está sendo discutida por comissão especial na Câmara. Para o deputado Alex Canziani (PTB-PR), é preciso aguardar a definição sobre o assunto para decidir sobre a fusão partidária.

No encerramento da nota, os petebistas aproveitaram para destacar o respeito ao posicionamento dos Democratas. "Respeitamos a posição dos nossos amigos do DEM, mas entendemos ser precipitada a discussão sobre fusão de partidos neste quadro de desenlaces dos graves problemas nacionais."

Com assessoria

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247