Quadro é de “extrema gravidade institucional” diz Collor

O senador Fernando Collor de Mello (PTC/AL) classifica como de "extrema gravidade institucional" o momento atual vivenciado pelo Brasil nas últimas horas; com a incerteza que o cenário atual traz para o país, o parlamentar disse acreditar que "o Brasil, o seu povo, as instituições e o Congresso são suficientemente fortes para encontrar uma saída que leve a um momento de paz"; para ele, que é ex-presidente da República, é fundamental que haja bom senso diante de tudo que o está sendo veiculado, debatido e analisado neste momento de crise

O senador Fernando Collor de Mello (PTC/AL) classifica como de "extrema gravidade institucional" o momento atual vivenciado pelo Brasil nas últimas horas; com a incerteza que o cenário atual traz para o país, o parlamentar disse acreditar que "o Brasil, o seu povo, as instituições e o Congresso são suficientemente fortes para encontrar uma saída que leve a um momento de paz"; para ele, que é ex-presidente da República, é fundamental que haja bom senso diante de tudo que o está sendo veiculado, debatido e analisado neste momento de crise
O senador Fernando Collor de Mello (PTC/AL) classifica como de "extrema gravidade institucional" o momento atual vivenciado pelo Brasil nas últimas horas; com a incerteza que o cenário atual traz para o país, o parlamentar disse acreditar que "o Brasil, o seu povo, as instituições e o Congresso são suficientemente fortes para encontrar uma saída que leve a um momento de paz"; para ele, que é ex-presidente da República, é fundamental que haja bom senso diante de tudo que o está sendo veiculado, debatido e analisado neste momento de crise (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - O presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, senador Fernando Collor de Mello (PTC/AL) classificou, na manhã desta quinta-feira (18), como de "extrema gravidade institucional" o momento atual vivenciado pelo Brasil nas últimas horas. Com a incerteza que o cenário atual traz para o país, o parlamentar disse acreditar que "o Brasil, o seu povo, as instituições e o Congresso são suficientemente fortes para encontrar uma saída que leve a um momento de paz". 

Para o ex-presidente da República, é fundamental que haja bom senso diante de tudo que o está sendo veiculado, debatido e analisado neste momento de crise. De acordo com Collor, ele não tem na memória uma situação semelhante a esta que os brasileiros estão passando, mas apontou que é importante que exista temperança.  

"O momento é de extrema gravidade institucional e nós temos que confiar no bom senso, na temperança e na capacidade de construir saídas para um momento pelo que, ao menos lembre, não tenho registro de nada parecido. Mas, o Brasil é forte, e as nossas instituições são sólidas o suficientes, e as duas Casas são responsáveis o suficientes para que nós possamos encontrar saídas", expôs. 

Ainda de acordo com Collor, a saída para essa crise precisa ser encontrada pelas instituições em virtude da necessidade de retomar um momento de paz e tranquilidade para os brasileiros. "É importante que haja essa situação para que nós possamos encontrar o nível de crescimento e igualdade social que desejamos", reforçou o presidente da comissão.

Com gazetaweb.com e assessoria

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247