Queda da economia brasileira pode não ser tão acentuada em 2020

(Foto: Adriano Machado/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Mesmo existindo ainda muito incerteza e pessimismo perante a capacidade de reação da economia brasileira às consequências dessa paragem forçada, a verdade é que novas conclusões e indicadores poderão indicar que o recuo econômico do Brasil, para esse ano de 2020, não será tão violento como previsto.

De fato, o FMI avançou com 9% como sendo o recuo do PIB nacional. Contudo, mais recentemente, alegando que os esforços dos brasileiros estão se fazendo sentir na economia, a delegação brasileira, presente no G20, avançou com um recuo de “somente” 5% da economia nacional para esse ano. 

Como forma de combate a esses desafios econômicos previstos, estariam em análise reformas estruturais fiscais e até privatizações. Além disso, novos regulamentos e leis que ajudassem na adaptação a essa nova realidade do mercado de trabalho brasileiro, como o teletrabalho, por exemplo.

Como o teletrabalho fez reduzir os gastos públicos

A adoção e ampliação do teletrabalho, como alternativa de trabalho para milhões de brasileiros, não foi só uma opção viável e bem conseguida por parte de muitas empresas nacionais, como também uma fonte de poupança significativa para os “bolsos” do Estado brasileiro. Isso porque, segundo o Governo Federal, foi possível reduzir uma despesa de 466,4 milhões de reais em gastos públicos, graças ao teletrabalho.

Na verdade, também por não existirem ainda leis totalmente focadas no teletrabalho e nas condições e nos desafios que essa forma de trabalho exige nos trabalhadores, estará previsto que haja uma implementação de regulamentos para salvaguardar empresas e trabalhadores.

Se espera que as condições do trabalho sejam avaliadas, bem como todos os aspetos psicológicos, familiares e sociais que o teletrabalho transporta para os milhões de brasileiros que se viram obrigados, de um momento para o outro, terem que substituir seu quarto ou sala, por um local de trabalho.

Além disso, muitas empresas, em setores que assim o permitem, como é o caso do setor bancário, sentiram também o impacto econômico que foi terem muitos de seus funcionários trabalhando a partir de suas casas. Utilizando plataformas de streaming e reuniões online, acabou sendo possível essas empresas pouparem muito de seu orçamento em aluguel de escritórios ou até em viagens.

Formas de investimento amplificam o portfólio dos brasileiros

Em uma situação de muita incerteza, é importante que os brasileiros, que tenham essa possibilidade financeira, olhem para seus investimentos e seu dinheiro “parado” de forma séria e aberta. Assim, uma das primeiras regras é apostar na diversificação de seu portfólio de investimentos. Desse jeito, mesmo que haja problemas em um setor de atividade, irá conseguir contrabalançar com outras formas de investimento.

Felizmente, com o avanço da tecnologia e das plataformas de negociação licenciadas no Brasil, é possível não só investir em fundos, ETF´s, CFD´s ou ações de empresas internacionais, mas também em formas de investimento mais ativas e que promovem o trading e negociações diárias, como é o caso do mercado Forex.

Nesses mercados de negociação, onde existem cada vez mais bônus sem depósito Forex, poderá estar negociando ativos financeiros de forma muito proativa, indo de acordo com sua análise técnica desses mesmos mercados. Com certeza acaba sendo um jeito de expandir seus investimentos, ao mesmo tempo que negoceia em um dos mercados com maior liquidez em termos mundiais.

Precios proporcionados por avatrade.es.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247