Rachel aponta prejuízos com pacote de privatizações do Governo

Para a deputada Rachel Marques (PT), “o governo ilegítimo e golpista de Michel Temer, além de ser liderado por um esquema criminoso de corrupção, ainda quer vender o Brasil”. A parlamentar argumentou que a decisão de privatizar uma série de empresas do País vai piorar a gestão fiscal. “Ao vender o nosso patrimônio, diminui a força do poder público como personagem importante na indução da economia, reduzindo a capacidade do Estado brasileiro de intervir na economia e promover políticas de emprego”, disse, em pronunciamento nesta quarta (13) na Assembleia Legislativa 

Para a deputada Rachel Marques (PT), “o governo ilegítimo e golpista de Michel Temer, além de ser liderado por um esquema criminoso de corrupção, ainda quer vender o Brasil”. A parlamentar argumentou que a decisão de privatizar uma série de empresas do País vai piorar a gestão fiscal. “Ao vender o nosso patrimônio, diminui a força do poder público como personagem importante na indução da economia, reduzindo a capacidade do Estado brasileiro de intervir na economia e promover políticas de emprego”, disse, em pronunciamento nesta quarta (13) na Assembleia Legislativa 
Para a deputada Rachel Marques (PT), “o governo ilegítimo e golpista de Michel Temer, além de ser liderado por um esquema criminoso de corrupção, ainda quer vender o Brasil”. A parlamentar argumentou que a decisão de privatizar uma série de empresas do País vai piorar a gestão fiscal. “Ao vender o nosso patrimônio, diminui a força do poder público como personagem importante na indução da economia, reduzindo a capacidade do Estado brasileiro de intervir na economia e promover políticas de emprego”, disse, em pronunciamento nesta quarta (13) na Assembleia Legislativa  (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - A deputada Rachel Marques (PT) criticou, nesta quarta-feira (13), o pacote de privatizações e concessões anunciado pelo Governo Temer. De acordo com a parlamentar, o pacote apresenta 57 projetos que serão incluídos no Programa de Parceria de Investimentos (PPI) para serem colocados à venda ou concedidos ao setor privado.

Para a deputada, “o governo ilegítimo e golpista de Michel Temer, além de ser liderado por um esquema criminoso de corrupção, ainda quer vender o Brasil”.

Segundo ela, diante de uma enorme impopularidade, o governo Temer busca apoio e sustentação em setores do grande capital internacional, por meio de um programa de privatizações que vai vender as riquezas do país.

“Estão na lista de privatizações aeroportos, usinas hidrelétricas, companhias e distribuidoras de energia, portos, ferrovias, rodovias, além de campos de petróleo, gás e mineração, sob a justificativa de que se vai tentar elevar as arrecadações e cumprir a meta fiscal, o que não vai acontecer”, apontou Rachel Marques.

Em sua avaliação, a decisão vai piorar a gestão fiscal do Estado. “Ao vender o nosso patrimônio, diminui a força do poder público como personagem importante na indução da economia, reduzindo a capacidade do Estado brasileiro de intervir na economia e promover políticas de emprego”, criticou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247