Racionamento? Nível do Cantareira cai a 12,2%

Reservatório que abastece a região metropolitana de São Paulo continua batendo recordes negativos históricos; há um ano, o volume estava em 63,1%; ontem, a presidente da Sabesp, Dilma Pena, garantiu abastecimento até o final do ano, sem necessidade de rodízio

Reservatório que abastece a região metropolitana de São Paulo continua batendo recordes negativos históricos; há um ano, o volume estava em 63,1%; ontem, a presidente da Sabesp, Dilma Pena, garantiu abastecimento até o final do ano, sem necessidade de rodízio
Reservatório que abastece a região metropolitana de São Paulo continua batendo recordes negativos históricos; há um ano, o volume estava em 63,1%; ontem, a presidente da Sabesp, Dilma Pena, garantiu abastecimento até o final do ano, sem necessidade de rodízio (Foto: Gisele Federicce)

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

O nível do Sistema Cantareira, o principal reservatório de abastecimento de água da região metropolitana de São Paulo, voltou a baixar hoje caindo de 12,4% para 12,2%, a pior marca dos últimos 84 anos. Há um ano, o volume estava em 63,1%. Segundo as previsões do Instituto Nacional de Meteorologia deve chover na Região Sudeste, neste final de semana, mas de forma isolada.

Apesar de o governador do estado, Geraldo Alckmin, não descartar a possibilidade de ser necessária a implantação do rodízio como forma de minimizar o impacto dessa escassez no armazenamento, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo não cogita tal hipótese.

Para a presidente da empresa, Dilma Pena, com a utilização da reserva técnica (a água que fica em profundidade abaixo do atual nível de bombeamento) e a complementação por meio de outros sistemas como o do Alto Tietê e de Guarapiranga não há risco de desabastecimento. A captação da reserva técnica, também chamada de " volume morto" deve começar em maio próximo.

Na tentativa ainda de equacionar a crise no Sistema Cantareira, o governo paulista ampliou , na semana passada, o leque de consumidores estimulados a reduzir o gasto de água em troca de um bônus de 30% na tarifa no caso de uma queda de 20% no consumo. Na região da Cantareira, a medida já resultou em uma economia de 2 metros cúbicos por segundo.


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247