Recife tem alta de 0,72% na inflação medida pelo IPC-S

O Recife teve uma inflação acima da média nacional no final de 2012; enquanto na capital pernambucana o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) foi de 0,73% no dia 31 de dezembro o IPC-S do país registrou 0,66%; outras capitais como Salvador (BA) e São Paulo (SP) também registraram inflação acima de 0,66%; os dados são da Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Recife tem alta de 0,72% na inflação medida pelo IPC-S
Recife tem alta de 0,72% na inflação medida pelo IPC-S
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – Recife (PE) teve uma inflação acima da média nacional no final de 2012. Enquanto na capital pernambucana o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) foi de 0,73% no dia 31 de dezembro, o IPC-S do país registrou 0,66%. Os dados são da Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Outras capitais como Salvador (BA) e São Paulo (SP) também registraram inflação acima de 0,66%. Na capital baiana, o IPC-S atingiu 0,95% ante 0,93% em 22 de dezembro. Já na maior metrópole do país, o índice alcançou 0,72%, contra 0,69% na semana anterior.

Por outro lado, em Brasília (DF), a inflação caiu de 0,50% para 0,26% e, no Rio de Janeiro (RJ), estagnou em 0,91% contra 1,15% na semana anterior. Ambas as capitais tiveram as maiores quedas, conforme a pesquisa semanal da FGV.

Já em Belo Horizonte (MG), o IPC-S ficou em 0,46% no último dia de 2012 contra 0,55% na semana anterior. Por sua vez, Porto Alegre (RS), apresentou uma inflação de 0,34% ante 0,40%.

IPC-S – O índice leva em consideração sete classes de produtos: habitação, transportes, alimentação, saúde, vestuário, educação, leitura e recreação e outras despesas, e é empregado para medir a inflação para as pessoas com renda de 1 a 33 salários mínimos. O IPC-S é medido apenas nas sete capitais mencionadas acima e serve para reajustar salários e contratos de aluguéis.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email