Recordista em delações, Aécio pede rigor contra Mantega

"Nesta nova fase da Operação Lava Jato, o Brasil assiste, entre atônito e indignado, as notícias de que nem mesmo a mais alta autoridade econômica do país durante a maior parte dos governos Lula e Dilma escapou do cerco ao Estado brasileiro conduzido pelo PT e seus apoiadores", diz o senador Aécio Neves (PSDB-MG), político mais citado em delações na Lava Jato; "As notícias são extremamente graves e as investigações devem ser aprofundadas"

 Em destaque, senador Aécio Neves (PSDB-MG). Foto: Pedro França/Agência Senado
 Em destaque, senador Aécio Neves (PSDB-MG). Foto: Pedro França/Agência Senado (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Aécio Neves (o político mais delatado na Lava Jato), em seu Facebook

Nesta nova fase da Operação Lava Jato, o Brasil assiste, entre atônito e indignado, as notícias de que nem mesmo a mais alta autoridade econômica do país durante a maior parte dos governos Lula e Dilma escapou do cerco ao Estado brasileiro conduzido pelo PT e seus apoiadores.

As notícias são extremamente graves e as investigações devem ser aprofundadas para a exemplar punição de todos aqueles que lesaram o povo brasileiro e nos mergulharam na maior crise econômica de toda nossa história contemporânea. - Aécio Neves

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email