Regina defende adesão do Brasil a protocolo de combate à escravidão

Em discurso no plenário, a senadora Regina Sousa (PT-PI) destacou a realização de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) que serviu para o lançamento de campanha para que o Brasil ratifique o protocolo de atualização da Convenção 29 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que trata do combate ao trabalho escravo

 senadora Regina Sousa (PT-PI). Foto: Ana Volpe/Agência Senado
 senadora Regina Sousa (PT-PI). Foto: Ana Volpe/Agência Senado (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Senado - Em discurso no plenário, a senadora Regina Sousa (PT-PI) destacou a realização, nesta terça-feira (9), de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) que serviu para o lançamento de campanha para que o Brasil ratifique o protocolo de atualização da Convenção 29 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que trata do combate ao trabalho escravo.

Presidente da CDH, a senadora disse que a Casa Civil da Presidência da República já sinalizou que o Brasil vai assinar o protocolo ainda este ano.

Regina Sousa informou que participaram da audiência pública representantes da OIT, do governo federal, da Justiça do Trabalho, do Ministério Público do Trabalho, além de entidades de trabalhadores e de empresas.

Ela pediu que os cidadãos brasileiros apoiem a campanha por meio da página 50 for Freedom – Junte-se à Luta Contra a Escravidão Moderna.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247