Regina Sousa representa o Brasil em fórum contra a fome

A senadora Regina Sousa (PT-PI) representa o Brasil no VIII Fórum da Frente Parlamentar Contra a Fome na América Latina e Caribe, em Montevidéu, no Uruguai; objetivo do encontro é analisar as causas que impedem o progresso na luta contra a fome e a desnutrição; única representante do brasileira no encontro, a senadora afirmou que o evento está se mostrando uma rica oportunidade para se reverem as antigas prioridades, de acordo com relato no Piauí Hoje

A senadora Regina Sousa (PT-PI) representa o Brasil no VIII Fórum da Frente Parlamentar Contra a Fome na América Latina e Caribe, em Montevidéu, no Uruguai; objetivo do encontro é analisar as causas que impedem o progresso na luta contra a fome e a desnutrição; única representante do brasileira no encontro, a senadora afirmou que o evento está se mostrando uma rica oportunidade para se reverem as antigas prioridades, de acordo com relato no Piauí Hoje
A senadora Regina Sousa (PT-PI) representa o Brasil no VIII Fórum da Frente Parlamentar Contra a Fome na América Latina e Caribe, em Montevidéu, no Uruguai; objetivo do encontro é analisar as causas que impedem o progresso na luta contra a fome e a desnutrição; única representante do brasileira no encontro, a senadora afirmou que o evento está se mostrando uma rica oportunidade para se reverem as antigas prioridades, de acordo com relato no Piauí Hoje (Foto: Voney Malta)

Piauí Hoje/Paulo Pincel - A senadora Regina Sousa (PT-PI) representa o Brasil no VIII Fórum da Frente Parlamentar Contra aFome na América Latina e Caribe (FPH, na sigla em espanhol), que acontece em Montevidéu, noUruguai. O principal objetivo do encontro é analisar as causas que impedem o progresso na lutacontra a fome e a desnutrição. No encontro, que começou na quarta-feira (25), também estão sendo compartilhadas as experiências e os progressos alcançados por esta rede de mais de 400 legisladores de diferentes contextos e visões políticas.

A Frente Parlamentar Contra a Fome na América Latina e no Caribe foi criada em 2009, quando a FAO, braço das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, inspirou-se na experiência do então deputado piauiense Nazareno Fonteles (PT), que anos antes havia criado a Frente Parlamentar daSegurança Alimentar e Nutricional no Congresso Nacional. A partir da iniciativa brasileira, foramcriadas frentes nacionais em outros 18 países, três em parlamentos regionais e a FPH, que reúnetodas elas e organiza fóruns periódicos, como o que acontece emMontevidéu.

Única representante do Brasil no encontro, a senadora Regina afirmou que o evento está semostrando uma rica oportunidade para se reverem as antigas prioridades. Também pode ser o momento para que os parlamentos da região, juntamente com outros atores, reafirmem seu compromisso com a erradicação da fome. "Entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável a ONU estabeleceu que os países devem acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar,melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável até 2030. Este é um desafio que também envolve a todos nós, legisladores", disse a senadora.

 

Piauí Hoje/Paulo Pincel - A senadora Regina Sousa (PT-PI) representa o Brasil no VIII Fórum da Frente Parlamentar Contra aFome na América Latina e Caribe (FPH, na sigla em espanhol), que acontece em Montevidéu, noUruguai. O principal objetivo do encontro é analisar as causas que impedem o progresso na lutacontra a fome e a desnutrição. No encontro, que começou na quarta-feira (25), também estão sendo compartilhadas as experiências e os progressos alcançados por esta rede de mais de 400 legisladores de diferentes contextos e visões políticas.

A Frente Parlamentar Contra a Fome na América Latina e no Caribe foi criada em 2009, quando a FAO, braço das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, inspirou-se na experiência do então deputado piauiense Nazareno Fonteles (PT), que anos antes havia criado a Frente Parlamentar daSegurança Alimentar e Nutricional no Congresso Nacional. A partir da iniciativa brasileira, foramcriadas frentes nacionais em outros 18 países, três em parlamentos regionais e a FPH, que reúnetodas elas e organiza fóruns periódicos, como o que acontece em Montevidéu.

Única representante do Brasil no encontro, a senadora Regina afirmou que o evento está semostrando uma rica oportunidade para se reverem as antigas prioridades. Também pode ser omomento para que os parlamentos da região, juntamente com outros atores, reafirmem seucompromisso com a erradicação da fome. “Entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável aONU estabeleceu que os países devem acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar,melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável até 2030. Este é um desafio que tambémenvolve a todos nós, legisladores”, disse a senadora.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247