Regiões de SP seguem em estado de alerta

s regiões de Perus e de São Mateus, nas zonas norte e leste de São Paulo, respectivamente, permaneciam em estado de alerta na manhã deste sábado (2), um dia depois de fortes chuvas atingirem a capital paulista; a medida foi adotada pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), ligado à prefeitura, após dois córregos transbordarem

s regiões de Perus e de São Mateus, nas zonas norte e leste de São Paulo, respectivamente, permaneciam em estado de alerta na manhã deste sábado (2), um dia depois de fortes chuvas atingirem a capital paulista; a medida foi adotada pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), ligado à prefeitura, após dois córregos transbordarem
s regiões de Perus e de São Mateus, nas zonas norte e leste de São Paulo, respectivamente, permaneciam em estado de alerta na manhã deste sábado (2), um dia depois de fortes chuvas atingirem a capital paulista; a medida foi adotada pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), ligado à prefeitura, após dois córregos transbordarem (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - As regiões de Perus e de São Mateus, nas zonas norte e leste de São Paulo, respectivamente, permaneciam em estado de alerta na manhã deste sábado (2), um dia depois de fortes chuvas atingirem a capital paulista. A medida foi adotada pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), ligado à prefeitura, nesta sexta-feira (1º), após dois córregos transbordarem.

Segundo informações divulgadas pela prefeitura, as regiões dos córregos de Perus e Aricanduva seguiam em estado de alerta em consequência do trabalho realizado pelas subprefeituras e Defesa Civil nas áreas, como a limpeza dos locais.

Apesar dos alertas, o nível da água já baixou. O CGE registrava garoa e chuva fraca em boa parte da capital, na manhã desta sábado (2). A previsão para o restante do dia é que o tempo permaneça nublado, com temperatura máxima de 24ºC, e chuva entre fraca e moderada.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247