Regional da CNBB é contra privatização da usina de São Francisco

Inspirados pelo profetismo do criador da CNBB, dom Helder Camara, os bispos que compõem o Regional NE2 da CNBB, formado pelas províncias eclesiásticas de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte expressaram seu posicionamento contrário à privatização da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf); reunidos na cidade paraibana de Lagoa Seca, para participar da 52ª Assembleia Pastoral do Regional NE2 da CNBB, os bispos e arcebispos presentes ao encontro entendem que a privatização da Chesf causará um grande impacto, afetando especialmente as populações ribeirinhas, agricultores familiares e ao meio-ambiente

Inspirados pelo profetismo do criador da CNBB, dom Helder Camara, os bispos que compõem o Regional NE2 da CNBB, formado pelas províncias eclesiásticas de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte expressaram seu posicionamento contrário à privatização da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf); reunidos na cidade paraibana de Lagoa Seca, para participar da 52ª Assembleia Pastoral do Regional NE2 da CNBB, os bispos e arcebispos presentes ao encontro entendem que a privatização da Chesf causará um grande impacto, afetando especialmente as populações ribeirinhas, agricultores familiares e ao meio-ambiente
Inspirados pelo profetismo do criador da CNBB, dom Helder Camara, os bispos que compõem o Regional NE2 da CNBB, formado pelas províncias eclesiásticas de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte expressaram seu posicionamento contrário à privatização da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf); reunidos na cidade paraibana de Lagoa Seca, para participar da 52ª Assembleia Pastoral do Regional NE2 da CNBB, os bispos e arcebispos presentes ao encontro entendem que a privatização da Chesf causará um grande impacto, afetando especialmente as populações ribeirinhas, agricultores familiares e ao meio-ambiente (Foto: José Barbacena)

Pernambuco 247 - Inspirados pelo profetismo do criador da CNBB, dom Helder Camara, os bispos que compõem o Regional NE2 da CNBB, formado pelas províncias eclesiásticas de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte expressaram hoje, 29/09, seu posicionamento contrário à privatização da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).

Reunidos na cidade paraibana de Lagoa Seca, para participar da 52ª Assembleia Pastoral do Regional NE2 da CNBB, os bispos e arcebispos presentes ao encontro entendem que a privatização da Chesf causará um grande impacto, afetando especialmente as populações ribeirinhas, agricultores familiares e ao meio-ambiente.

A exemplo de dom Helder Camara, que em momentos diversos articulou forças com representantes da sociedade e governantes, para defender o desenvolvimento do Nordeste, teve a participação ativa na criação da Sudene. Os bispos do Regional NE2 sentem-se motivados para convocar toda a sociedade a uma maior reflexão sobre as consequências da privatização da Chesf, que viria causar danos irreparáveis ao meio ambiente e à sociedade.

Em agosto, o Ministério de Minas e Energia anunciou a privatização da Eletrobras, controladora da Chesf. A empresa passaria à iniciativa privada, mas a União permaneceria como acionista, embora com participação menor. O governo federal justifica a mudança alegando que a Eletrobras acumula um impacto negativo de R$ 250 bilhões nos últimos 15 anos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247