Renan admite sintonia com discurso de Lula

Em meio a especulações de que possa vir a apoiar Lula em 2018, o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL) disse nesta terça-feira que há “uma convergência” entre o seu discurso e o do ex-presidente  em relação às políticas do governo Michel Temer; Renan se esquivou, no entanto, de dizer se realmente está articulando uma aliança com o petista

Renan Calheiros e Lula
Renan Calheiros e Lula (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Após intensificar os ataques a Michel Temer, o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), disse nesta terça-feira que há “uma convergência” entre o seu discurso e o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em relação às políticas do governo Temer. Ele se esquivou, no entanto, de dizer se realmente está articulando uma aliança com o ex-presidente visando as eleições de 2018.

As informações são de reportagem do Valor.

“'Pra que? Isso só em 2018. Porque há uma convergência no discurso? Imagina se eu estou preocupado com candidatura, eleição ...”, disse Renan a jornalistas no plenário do Senado.

Ele ouviu, então, de jornalistas que seu discurso parecia estar muito mais sintonizado com o de Lula do que com o de Temer. À provocação, respondeu: 'Será que o Michel acha isso? Será que ele acha que meu discurso não está sintonizado com o dele? Ele nunca me falou'.

Renan voltou a criticar a condução da economia por Temer, dizendo que “se continuar assim, vai cair o governo de um lado e o PMDB do outro”.

O senador disse que o PMDB precisa 'cumprir seu papel' de 'qualificar o governo' e não simplesmente avalizar todas as suas medidas. Segundo Renan, o governo está tentando combater a inflação com o agravamento da recessão."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247