Renan decreta emergência em 25 municípios e tenta apoio em Brasília

O governador Renan Filho (PMDB) desembarca nesta terça-feira (30), em Brasília, para buscar apoio federal na agilidade do socorro às vítimas das chuvas em Alagoas; além de Maceió e Marechal Deodoro, em outros 25 municípios foi decretado estado de emergência; para essas cidades ficou estabelecido que o gabinete de crise organizará uma força-tarefa para fazer um levantamento da situação

O governador Renan Filho (PMDB) desembarca nesta terça-feira (30), em Brasília, para buscar apoio federal na agilidade do socorro às vítimas das chuvas em Alagoas; além de Maceió e Marechal Deodoro, em outros 25 municípios foi decretado estado de emergência; para essas cidades ficou estabelecido que o gabinete de crise organizará uma força-tarefa para fazer um levantamento da situação
O governador Renan Filho (PMDB) desembarca nesta terça-feira (30), em Brasília, para buscar apoio federal na agilidade do socorro às vítimas das chuvas em Alagoas; além de Maceió e Marechal Deodoro, em outros 25 municípios foi decretado estado de emergência; para essas cidades ficou estabelecido que o gabinete de crise organizará uma força-tarefa para fazer um levantamento da situação (Foto: Voney Malta)

Por Maria Barreiros/ Agência Alagoas - O governador Renan Filho viajou para Brasília nesta terça-feira (30), com o propósito de remeter ao governo federal a situação de emergência de mais 25 municípios alagoanos que foram castigados com chuvas intensas nos últimos dias. O decreto foi publicado no Diário Oficial de hoje e permite o atendimento às necessidades temporárias voltadas a reabilitação das cidades.

Além de Maceió e Marechal Deodoro, os outros 25 municípios que irão integrar o decreto de situação de emergência, conforme avaliação técnica reconhecida pelos órgãos competentes, são Atalaia, Barra de Santo Antônio, Cajueiro, Capela, Chã Preta, Colônia Leopoldina, Coruripe, Coqueiro Seco, Igreja Nova, Japarantinga, Joaquim Gomes, Murici, Paulo Jacinto, Paripueira, Pilar, Quebrangulo, Rio Largo, Satuba, São Luiz do Quintunde, São Miguel dos Campos, Santa Luzia do Norte, Jacuípe, Jundiá, Viçosa e União dos Palmares.

Para estas cidades com situação de emergência decretada, ficou estabelecido que o gabinete de crise organizará uma força-tarefa com equipes multidisciplinares de servidores estaduais. Eles irão fazer um levantamento de demandas em cada um desses municípios. O início dos trabalhos será na próxima quarta-feira (31), após a Defesa Civil e os secretários de Estado repassarem os encaminhamentos devidos.

"Essa equipe vai identificar as necessidades prioritárias de cada município, para o trabalho começar imediatamente, principalmente no âmbito de limpeza, quer seja na desobstrução de vias, retirada de entulhos, desentupimentos, remoção de lama, pequenas demolições. O objetivo é minimizar o sofrimento dos alagoanos e que a situação de normalidade seja retomada o mais rápido possível," ressaltou o secretário-chefe do Gabinete Civil, Fábio Farias.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247