Renan Filho diz que construção de hospitais vai gerar empregos

O governador Renan Filho (PMDB) afirmou que aproximadamente 10 mil vagas de emprego serão criadas com a construção dos novos hospitais no Estado de Alagoas; ele disse que estão sendo construídos três hospitais no Estado e este ano serão entregues mais dois hospitais regionais; entre eles está o Hospital da Mulher, em Maceió

Renan Filho diz que construção de hospitais vai gerar empregos
Renan Filho diz que construção de hospitais vai gerar empregos (Foto: Márcio Ferreira/Agência Alagoas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por cadaminuto.com.br - O governador Renan Filho (PMDB) afirmou que aproximadamente 10 mil vagas de emprego serão criadas com a construção dos novos hospitais no Estado de Alagoas. A informação foi divulgada durante uma vistoria nas obras do Hospital da Mulher, que vai funcionar ao lado da Maternidade Escola Santa Mônica, em maceió, no bairro do Poço.

"Com a construção desses hospitais, vamos precisar de muito mais pessoas para trabalhar. Algumas por meio de concurso público, outras por Organização Social, de maneira que a gente atenda ao cidadão" disse o governador.

Renan informou durante a entrevista que ao todo estão sendo construídos três hospitais no Estado e este ano serão entregues mais dois hospitais regionais. “O objetivo é de facilitar o trabalho do Hospital Geral do Estado (HGE)”. Segundo ele, um dos grandes problemas encontrados na Capital alagoana é a carência de Programa de Saúde da Família (PSF), o que dificulta o trabalho dos hospitais em Maceió.

A previsão de entrega do Hospital da Mulher, conforme o governador é entre maio e junho deste ano. Para essa construção foram investidos R$ 25 milhões e mais nove milhões na aquisição de equipamento.

Renan ainda afirmou que nessa nova unidade hospitalar serão realizados exames e consultas especializadas para as mulheres grávidas. “As de alto risco continuarão sendo atendidas na maternidade Santa Mônica, que também terão os leitos ampliados este ano”, confirmou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247