Renan tenta recursos para continuidade das obras do Canal do Sertão

Cumprindo agenda em Brasília, o governador Renan Filho (PMDB) negocia uma solução, no Ministério das Minas e Energia, para a dívida bilionária da União desde quando adquiriu a antiga Companhia Energética de Alagoas (Ceal); ele também tem encontro no Ministério da Integração Nacional para tratar das obras do Canal do Sertão - início da construção do trecho cinco do Canal - e dos esforços integrados para a convivência com a seca

Cumprindo agenda em Brasília, o governador Renan Filho (PMDB) negocia uma solução, no Ministério das Minas e Energia, para a dívida bilionária da União desde quando adquiriu a antiga Companhia Energética de Alagoas (Ceal); ele também tem encontro no Ministério da Integração Nacional para tratar das obras do Canal do Sertão - início da construção do trecho cinco do Canal - e dos esforços integrados para a convivência com a seca
Cumprindo agenda em Brasília, o governador Renan Filho (PMDB) negocia uma solução, no Ministério das Minas e Energia, para a dívida bilionária da União desde quando adquiriu a antiga Companhia Energética de Alagoas (Ceal); ele também tem encontro no Ministério da Integração Nacional para tratar das obras do Canal do Sertão - início da construção do trecho cinco do Canal - e dos esforços integrados para a convivência com a seca (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Cadu Epifânio/Agência Alagoas - O governador Renan Filho cumpre agenda em Brasília-DF, nesta quinta-feira, 2, dando continuidade às negociações pela antiga Ceal e para o avanço das obras do Canal do Sertão.

A agenda do governador alagoano passar por uma visita ao Ministério das Minas e Energia, agendada para às 18h – horário de Brasília -, para seguir negociando a dívida bilionária da União a respeito da aquisição da antiga Companhia Energética de Alagoas (Ceal).

"Vou ao Ministério da Integração Nacional tratar das obras do Canal do Sertão [início da construção do trecho cinco do Canal] e dos esforços integrados para a convivência com a seca, que está muito dura, pois estive no Sertão e Agreste recentemente e pude presenciar a dureza dos efeitos da estiagem prolongada em nosso Semiárido", afirmou o governador.

A agenda com o ministro Helder Barbalho, da Integração Nacional, está prevista para acontecer às 16h30, desta quinta. Na semana passada, o governo estadual lançou uma campanha que assegura água de qualidade a 40 municípios alagoanos que decretaram situação de emergência, em virtude da seca.

Mais de 120 carros-pipa, quatrocentos poços serão perfurados, além da construção de barragens perenes, tudo para combater os seis anos sem chuvas. O Estado já tem uma adutora no Alto Sertão em pleno funcionamento e avança com obras de mais duas outras adutoras no Agreste e Bacia Leiteira. Entretanto, o apoio do Ministério da Integração é muito importante.

Sobre o Canal do Sertão, o governador Renan Filho já levou água ao quilômetro 115. O trecho cinco, preterido pelo gestor alagoano, vai facilitar o acesso de água dos moradores de São José da Tapera até os habitantes do município de Olho D'Água das Flores.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247