‘Resposta de Temer a Machado é esperneio’

“Quando sai lista contra o PT, eles são os primeiros a divulgar e a defender a legalidade das listas. Quando essas listas envolvem o partido deles, eles ficam a reclamar, a espernear”, observou o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE). O deputado criticou a nota emitida pelo presidente interino Michel Temer (PMDB) sobre as acusações do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, e lembrou que a presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), não é citada nenhuma vez na Operação Lava Jato

“Quando sai lista contra o PT, eles são os primeiros a divulgar e a defender a legalidade das listas. Quando essas listas envolvem o partido deles, eles ficam a reclamar, a espernear”, observou o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE). O deputado criticou a nota emitida pelo presidente interino Michel Temer (PMDB) sobre as acusações do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, e lembrou que a presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), não é citada nenhuma vez na Operação Lava Jato
“Quando sai lista contra o PT, eles são os primeiros a divulgar e a defender a legalidade das listas. Quando essas listas envolvem o partido deles, eles ficam a reclamar, a espernear”, observou o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE). O deputado criticou a nota emitida pelo presidente interino Michel Temer (PMDB) sobre as acusações do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, e lembrou que a presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), não é citada nenhuma vez na Operação Lava Jato (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O líder da Minoria na Câmara dos Deputados, deputado José Guimarães (PT-CE), classificou de “esperneio” a nota emitida pelo presidente interino e golpista Michel Temer (PMDB) sobre as graves acusações do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Na delação acatada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Machado revela que Temer negociou recursos ilícitos para campanhas eleitorais do PMDB. Uma delas refere-se à campanha de Gabriel Chalita para a prefeitura de São Paulo, em 2012. Na nota, Temer admite ter mantido “apenas um relacionamento formal e sem nenhuma proximidade" com Machado.

“Essa história de que as denúncias são ‘inverídicas’, ‘mentirosas’ e ‘criminosas’ é um esperneio. Quando sai lista contra o PT, eles são os primeiros a divulgar e a defender a legalidade das listas. Quando essas listas envolvem o partido deles, eles ficam a reclamar, a espernear”, criticou Guimarães.

“São graves as acusações, é preciso averiguar, mas a história divulgada diz que ele (Temer) fez reunião com Sérgio Machado na Base Aérea de Brasília”, completou o líder da minoria. Segundo o petista, recentemente o presidente interino, que tomou de assalto a República, havia dito que nunca fez reunião com Machado. “Ele (Temer) disse, há cinco meses, que não fez reunião com Sérgio Machado. Portanto, é algo que precisa ser investigado. Ele precisa dizer de forma transparente para a população brasileira o que ocorreu”, recomendou Guimarães.

O deputado ainda salientou que, enquanto o nome do presidente golpista Michel Temer circula pelas listas de denúncias dos delatores da Operação Lava Jato, a presidenta Dilma Rousseff não é citada nenhuma vez. “A Dilma é zero bala. Isso é mais uma evidência da lisura com que a presidenta tratou a questão da Administração Pública Federal, principalmente nas estatais. Portanto, seja em qualquer esfera, não pesa absolutamente nada sobre a presidenta Dilma”, reforçou Guimarães.

(Com informações do PT na Câmara)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247