Rigotto anuncia que ficará fora das eleições de 2014

Ex-governador Germano Rigotto (PMDB), que concorreu a uma vaga ao Senado nas últimas eleições, está fora do pleito deste ano; ele publicou um comunicado “aos gaúchos e à imprensa” em que explica que, diante da afirmação de que Pedro Simon (PMDB) irá se candidatar a reeleição para senador, optou por não concorrer na disputa

rigotto
rigotto (Foto: José Barbacena)

Sul21 - O ex-governador Germano Rigotto (PMDB), que concorreu a uma vaga ao Senado Federal nas últimas eleições, divulgou nesta quinta-feira (10) que não disputará nenhum cargo em 2014. Ele publicou um comunicado “aos gaúchos e à imprensa” em que explica que, diante da afirmação de que Pedro Simon (PMDB) irá se candidatar a reeleição para senador, optou por não concorrer no pleito deste ano.

Rigotto foi informado da decisão do companheiro de partido por meio da imprensa nesta quinta-feira (10), conforme afirmou na nota. “De minha parte, como sempre fiz, reconheço seu direito e legitimidade para essa postulação. Assim sendo, informei hoje à direção partidária que abro mão de concorrer a qualquer cargo nas eleições de 2014″, alegou no comunicado.

Em entrevista ao Sul21 nesta quarta-feira, o ex-presidente do PMDB Ibsen Pinheiro havia sugerido que Rigotto poderia concorrer à Câmara de Deputados caso não fosse o candidato do partido ao Senado. O ex-governador, no entanto, desconsidera essa possibilidade, por entender que já deu sua contribuição à Câmara quando foi deputado federal.

“A política não se dá apenas através de cargos. Portanto, encaro essa circunstância com naturalidade”, afirmou Rigotto, completando que continuará atuando como presidente no Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários. “Seguirei o trabalho que venho fazendo, procurando formar opinião e fortalecer as causas e as transformações necessárias para o Brasil e o Rio Grande que desejamos”, concluiu o político.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247