Robinson: “Carnaval de Salvador não pode ter censura ideológica”

Deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) reagiu com indignação à notícia de que a Prefeitura de Salvador cogita banir a banda Baiana System do carnaval da cidade, depois do protesto Fora Temer, que foi acompanhado por milhares nessa sexta-feira, 24; “É inadmissível qualquer tipo de censura à manifestação popular e à banda Baiana System", disse Robinson; segundo o deputado, a atitude do presidente do Conselho Municipal do Carnaval de Salvador, Pedro Costa, se levada a cabo, pode esvaziar o Carnaval da sua essência, que é a manifestação popular; “Ao ser seletiva, a postura vira censura ideológica. Se punir quem se expressar pelo `Fora Temer´, o Carnaval de Salvador ficará vazio”, afirmou

Deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) reagiu com indignação à notícia de que a Prefeitura de Salvador cogita banir a banda Baiana System do carnaval da cidade, depois do protesto Fora Temer, que foi acompanhado por milhares nessa sexta-feira, 24; “É inadmissível qualquer tipo de censura à manifestação popular e à banda Baiana System", disse Robinson; segundo o deputado, a atitude do presidente do Conselho Municipal do Carnaval de Salvador, Pedro Costa, se levada a cabo, pode esvaziar o Carnaval da sua essência, que é a manifestação popular; “Ao ser seletiva, a postura vira censura ideológica. Se punir quem se expressar pelo `Fora Temer´, o Carnaval de Salvador ficará vazio”, afirmou
Deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) reagiu com indignação à notícia de que a Prefeitura de Salvador cogita banir a banda Baiana System do carnaval da cidade, depois do protesto Fora Temer, que foi acompanhado por milhares nessa sexta-feira, 24; “É inadmissível qualquer tipo de censura à manifestação popular e à banda Baiana System", disse Robinson; segundo o deputado, a atitude do presidente do Conselho Municipal do Carnaval de Salvador, Pedro Costa, se levada a cabo, pode esvaziar o Carnaval da sua essência, que é a manifestação popular; “Ao ser seletiva, a postura vira censura ideológica. Se punir quem se expressar pelo `Fora Temer´, o Carnaval de Salvador ficará vazio”, afirmou (Foto: Aquiles Lins)

Bahia 247 - O deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) reagiu com indignação à notícia de que a Prefeitura de Salvador cogita banir a banda Baiana System do carnaval da cidade, depois do protesto Fora Temer, que foi acompanhado por milhares nessa sexta-feira, 24. 

“É inadmissível qualquer tipo de censura à manifestação popular e à banda Baiana System. O presidente do Comcar fecha os olhos pra bajulação de alguns artistas ao prefeito”, enfatiza Almeida.

O presidentedo Conselho Municipal do Carnaval de Salvador, Pedro Costa, disse que o grito de “Fora Temer” e "machistas, fascistas, não passarão", puxado pelo vocalista da banda, Russo Passapusso, e acompanhado pelo público é considerado uma infração grave e, por isso, o Comcar analisa a possibilidade de excluir a banda da edição de 2018, do carnaval da capital (leia aqui).

Segundo Robinson, a atitude da gestão de ACM Neto (DEM), se levada a cabo, pode esvaziar o Carnaval da sua essência, que é a manifestação popular. “Ao ser seletiva, a postura vira censura ideológica. Se punir quem se expressar pelo `Fora Temer´, o Carnaval de Salvador ficará vazio”, afirmou.

Confira abaixo o protesto da banda Baiana System: 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247