Robinson: 'O presidente da Câmara se apequenou e virou líder do governo'

Deputado baiano Robinson Almeida (PT) criticou a postura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está arquivando todos os pedidos de impeachment que tem sido protocolados contra Michel Temer; Robinson diz que não cabe ao democrata a prerrogativa de julgamento; "O presidente da Câmara se apequenou e virou, na prática, o líder do governo, tentando defender o indefensável. Rodrigo Maia precisa se lembrar que é chefe do Poder Legislativo e não advogado de defesa das imoralidades desse governo", diz o petista

Deputado baiano Robinson Almeida (PT) criticou a postura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está arquivando todos os pedidos de impeachment que tem sido protocolados contra Michel Temer; Robinson diz que não cabe ao democrata a prerrogativa de julgamento; "O presidente da Câmara se apequenou e virou, na prática, o líder do governo, tentando defender o indefensável. Rodrigo Maia precisa se lembrar que é chefe do Poder Legislativo e não advogado de defesa das imoralidades desse governo", diz o petista
Deputado baiano Robinson Almeida (PT) criticou a postura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está arquivando todos os pedidos de impeachment que tem sido protocolados contra Michel Temer; Robinson diz que não cabe ao democrata a prerrogativa de julgamento; "O presidente da Câmara se apequenou e virou, na prática, o líder do governo, tentando defender o indefensável. Rodrigo Maia precisa se lembrar que é chefe do Poder Legislativo e não advogado de defesa das imoralidades desse governo", diz o petista (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Por meio de sua conta no Twitter, o deputado federal baiano Robinson Almeida (PT) criticou a postura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está arquivando todos os pedidos de impeachment que tem sido protocolados contra Michel Temer.

Robinson diz que não cabe ao democrata a prerrogativa de julgamento. "Rodrigo Maia precisa se lembrar que é chefe do Poder Legislativo e não advogado de defesa das imoralidades desse governo. O papel de Maia é apoiar as investigações das graves denúncias e aceitar os pedidos de impeachment. É isso q o Brasil espera do legislativo."

O deputado baiano diz ainda que Maia está a serviço de Temer, em vez de a do País. "O presidente da Câmara se apequenou e virou, na prática, o líder do governo, tentando defender o indefensável."

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247