Rodoviários aceitam acordo e acabam protestos

A Prefeitura de Salvador comunicou por meio de nota que os trabalhadores rodoviários receberão sua gratificação (financeira) pelo período trabalhado no carnaval na próxima segunda-feira (14) e que a categoria não fará mais manifestações; nesta sexta, eles interditaram as estações Pirajá, Mussurunga e Lapa, as três maiores de Salvador; engarrafamento passou dos 10 quilômetros em cada lado da BR-324

A Prefeitura de Salvador comunicou por meio de nota que os trabalhadores rodoviários receberão sua gratificação (financeira) pelo período trabalhado no carnaval na próxima segunda-feira (14) e que a categoria não fará mais manifestações; nesta sexta, eles interditaram as estações Pirajá, Mussurunga e Lapa, as três maiores de Salvador; engarrafamento passou dos 10 quilômetros em cada lado da BR-324
A Prefeitura de Salvador comunicou por meio de nota que os trabalhadores rodoviários receberão sua gratificação (financeira) pelo período trabalhado no carnaval na próxima segunda-feira (14) e que a categoria não fará mais manifestações; nesta sexta, eles interditaram as estações Pirajá, Mussurunga e Lapa, as três maiores de Salvador; engarrafamento passou dos 10 quilômetros em cada lado da BR-324 (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - A Prefeitura de Salvador comunicou por meio de nota que os trabalhadores rodoviários receberão sua gratificação (financeira) pelo período trabalhado no carnaval na próxima segunda-feira (14) e que a categoria não fará mais manifestações.

Um acordo entre o Sindicato dos Rodoviários (Seteps), com intermediação da Prefeitura, viabilizou o pagamento da gratificação. "O empenho do sindicato em solucionar o impasse foi fundamental para que o acordo fosse fechado", diz a Prefeitura em nota.

Há uma semana os rodoviários vinham fazendo manifestações e nesta sexta-feira impuseram caos desde o início da manhã. Por volta das 6h, eles fecharam mais uma vez a Estação Pirajá e provocaram engarrafamento de mais de 10 quilômetros na BR-324 nos dois sentidos da rodovia.

Mais tarde, eles interditaram também as estações Mussurunga e Lapa, que assim, como a de Pirajá, são duas das maiores de Salvador. Aproximadamente 50% da frota foi impedida de sair das garagens das empresas. De acordo com o Seteps, no final da tarde a circulação de ônibus está sendo normalizada desde as 15h.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247