Rombo da USP pode chegar a R$ 868 mi em 2016

Segundo a reitoria, a crise se agravou em razão da queda da arrecadação do ICMS no Estado - as universidades públicas paulistas recebem 9,57% do total do imposto recolhido; além disso, alega que cresceu a proporção de alunos de baixa renda que ingressam na USP e, consequentemente, a demanda por políticas de permanência estudantil; afirma que aumentou de 1.356, em 2011, para 3.970, em 2015, o número de auxílios-moradia concedidos

Segundo a reitoria, a crise se agravou em razão da queda da arrecadação do ICMS no Estado - as universidades públicas paulistas recebem 9,57% do total do imposto recolhido; além disso, alega que cresceu a proporção de alunos de baixa renda que ingressam na USP e, consequentemente, a demanda por políticas de permanência estudantil; afirma que aumentou de 1.356, em 2011, para 3.970, em 2015, o número de auxílios-moradia concedidos
Segundo a reitoria, a crise se agravou em razão da queda da arrecadação do ICMS no Estado - as universidades públicas paulistas recebem 9,57% do total do imposto recolhido; além disso, alega que cresceu a proporção de alunos de baixa renda que ingressam na USP e, consequentemente, a demanda por políticas de permanência estudantil; afirma que aumentou de 1.356, em 2011, para 3.970, em 2015, o número de auxílios-moradia concedidos (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Universidade de São Paulo (USP) estima encerrar 2016 com um déficit de R$ 868 milhões, 60% a mais do que o previsto inicialmente.

Segundo a reitoria, a crise se agravou em razão da queda da arrecadação do ICMS no Estado - as universidades públicas paulistas recebem 9,57% do total do imposto recolhido.

Além disso, alega que cresceu a proporção de alunos de baixa renda que ingressam na USP e, consequentemente, a demanda por políticas de permanência estudantil. Afirma que aumentou de 1.356, em 2011, para 3.970, em 2015, o número de auxílios-moradia concedidos. O auxílio, de R$ 400, não tem reajuste desde junho de 2013 - com inflação de 26,1% no período, segundo o IPCA, a correção do valor seria de R$ 504.

Leia aqui reportagem de Isabela Palhares sobre o assunto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email