Rossi descarta chapa pura do PMDB para Skaf

Presidente do PMDB paulista reafirma que será candidato a deputado federal e que partido luta para evitar o isolamento na disputa de 2014; até agora, presidente da Fiesp e candidato ao governo de São Paulo não conseguiu cravar aliança de peso para formar chapa; PSB de Eduardo Campos negocia apoio

Presidente do PMDB paulista reafirma que será candidato a deputado federal e que partido luta para evitar o isolamento na disputa de 2014; até agora, presidente da Fiesp e candidato ao governo de São Paulo não conseguiu cravar aliança de peso para formar chapa; PSB de Eduardo Campos negocia apoio
Presidente do PMDB paulista reafirma que será candidato a deputado federal e que partido luta para evitar o isolamento na disputa de 2014; até agora, presidente da Fiesp e candidato ao governo de São Paulo não conseguiu cravar aliança de peso para formar chapa; PSB de Eduardo Campos negocia apoio (Foto: Roberta Namour)

247 - O presidente do PMDB paulista, Baleia Rossi, rejeitou qualquer possibilidade de entrar na chapa de Paulo Skaf para a disputa do governo de São Paulo, caso o presidente da Fiesp não consiga atrair nenhuma aliança de peso. 

“Serei candidato a deputado federal”, cravou ele, que insiste que a tese de chapa pura não é o objetivo do PMDB no estado, segundo Clarissa Oliveira, do Poder Online, do IG.

De acordo com Rossi, o PMDB quer fazer no ano que vem, muito mais do que um deputado federal, como fez em 2010. O partido luta para evitar o isolamento na disputa de 2014.

Nos últimos dias, o PSB de Eduardo Campos tem mantido conversas com Skaf por eventual apoio. No entanto, parte do partido ainda insiste em aliança com o PSDB de Geraldo Alckmin.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247