Rui alfineta Cícero Almeida, apoiado por Renan

Em clima de campanha, o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), criticou a gestão anterior do ex-prefeito Cícero Almeida (PMDB), ao dizer que não foi construída UPA alguma na capital; segundo o tucano, problemas no repasse das verbas por parte do governo estadual podem prejudicar os serviços prestados para a população; Rui disse ainda que para que as UPAS funcionem normalmente é preciso o repasse de uma verba mensal por parte do governo estadual, comandado por Renan Filho, que apoio o peemedebista

Em clima de campanha, o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), criticou a gestão anterior do ex-prefeito Cícero Almeida (PMDB), ao dizer que não foi construída UPA alguma na capital; segundo o tucano, problemas no repasse das verbas por parte do governo estadual podem prejudicar os serviços prestados para a população; Rui disse ainda que para que as UPAS funcionem normalmente é preciso o repasse de uma verba mensal por parte do governo estadual, comandado por Renan Filho, que apoio o peemedebista
Em clima de campanha, o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), criticou a gestão anterior do ex-prefeito Cícero Almeida (PMDB), ao dizer que não foi construída UPA alguma na capital; segundo o tucano, problemas no repasse das verbas por parte do governo estadual podem prejudicar os serviços prestados para a população; Rui disse ainda que para que as UPAS funcionem normalmente é preciso o repasse de uma verba mensal por parte do governo estadual, comandado por Renan Filho, que apoio o peemedebista (Foto: Leonardo Lucena)

Rafael Maynart e Madysson Weslley, GazetaWeb

Durante a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no Benedito Bentes, na manhã desta sexta-feira (01), o prefeito de Maceió Rui Palmeira (PSDB), criticou a gestão anterior do ex-prefeito Cícero Almeida (PMDB), por não ter construído nenhuma UPA na capital e disse que problemas no repasse das verbas por parte do governo estadual podem prejudicar os serviços prestados para a população.

Desde que o clima de campanha eleitoral tornou-se mais acirrado na capital, essa foi a primeira vez que o prefeito de Maceió e o governador de Alagoas Renan Filho (PMDB), que apoia o candidato Cícero Almeida, se encontraram em uma solenidade. Apesar da tentativa de amenizar os discursos, as críticas e recados para os adversários políticos foram inevitáveis. 

A UPA inaugurada nesta manhã é resultado de investimentos dos governos municipal, estadual e federal. "O papel do estado foi construir a UPA. Quando nós assumimos, o estado já tinha recebido este recurso desde 2010, mas o gestor que me antecedeu na prefeitura não se mexeu. Eram necessários apenas os terrenos. Então a prefeitura doou este terreno e o do Trapiche e as UPAS foram construídas", observou.

Rui Palmeira disse ainda que para que as UPAS funcionem normalmente é preciso o repasse de uma verba mensal por parte do governo estadual. Segundo o prefeito, até o início da manhã de hoje, a prefeitura não teria recebido o dinheiro referente ao mês de maio, para gerir a UPA do Trapiche.

"A falta do repasse começa a dificultar o trabalho nas UPAS, por exemplo a do Trapiche, que nós estamos aguardando o estado quitar este débito referente ao mês de maio, para que possamos repassar para a Organização Social que dirige o local. Esperamos que este problema seja resolvido o mais rápido possível", falou.

O prefeito comentou ainda que mantém o diálogo com o governador Renan Filho (PMDB), apesar das diferenças políticas. "Nós sempre buscamos o diálogo. Há dois meses eu mesmo liguei para o governador e falei sobre a situação do repasse para a UPA do Trapiche. Naquele momento foi resolvido, mas agora de novo o mesmo problema. Independente de questão política e partidária, quando há uma rivalidade e a população ganha com isso é uma rivalidade positiva", comentou. 

O estado

O governador Renan Filho, que também esteve presente ao evento, destacou a importância das UPAS e aproveitou para dizer que o prefeito Rui Palmeira não precisa se preocupar que os recursos para o funcionamento delas estão garantidos.  

"As Unidades são um sucesso Brasil afora. Quando eu assumi o governo do estado tinham quatro UPAS entregues e fechadas. Eu assumi um compromisso com a população de Alagoas de fazer funcionar o que existe de equipamentos de saúde e, por isso, corremos atrás e fizemos funcionar todas as unidades de pronto atendimento. Hoje, com esta inauguração, todas as quatro UPAs que eu encontrei fechadas estão sendo abertas. Investimentos em saúde são a principal demanda, de maneira que vou me esforçar todos os dias para que possamos encontrar caminhos para melhorar a saúde para a população". 

Renan Filho explicou que o governo estadual tem responsabilidade de custear 75% da verba para a manutenção destes locais, sendo 50% repassado pelo governo federal e 25% pelo governo estadual. "Por enquanto o governo federal não tem recursos para abrir UPAS, de maneira que eu resolvi bancar os 50% da União, para que a gente não tenha UPA fechada em Alagoas. Para tanto, nós já antecipamos R$ 750 mil à prefeitura de Maceió para que essa UPA fosse aberta", informou. 

"Podem tranquilizar o prefeito. Não faltarão recursos por parte do estado para manter as UPAS, aliás nós fizemos um esforço grande para abri-las, já que estavam fechadas a um ano e meio", disse Renan.

Sobre o diálogo com o prefeito, Renan avalia como sendo muito tranquilo. "Eu dialogo sempre institucionalmente. Queria confessar que não recebi por parte da prefeitura nenhum questionamento. Eu acho que, ao invés de conversar pela imprensa, pessoas maduras, gestores experimentados devem se relacionar com mais tranquilidade", finalizou.  

 
 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247