Rui Costa: barrar Lula na eleição trará insatisfação com o Judiciário

Rui Costa (PT), governador da Bahia, afirmou que condenação do ex-presidente Lula pelo TRF-4, em janeiro, representa perseguição política; "Hoje vivemos uma absoluta instabilidade jurídica e institucional", diz; Para Costa, "na medida em que se impeça o Lula, vai aumentar a insatisfação da população com esse sistema, que é seletivo, e com o Judiciário"

Rui Costa: barrar Lula na eleição trará insatisfação com o Judiciário
Rui Costa: barrar Lula na eleição trará insatisfação com o Judiciário (Foto: Mateus Pereira/GOV/BA)

Bahia 247 - O governador da Bahia, Rui Costa (PT), defendeu, em entrevista à Folha de S.Paulo, a candidatura de Lula à Presidência em 2018.

Para Costa, a condenação do petista pelo TRF-4, em janeiro, representa perseguição política. "Hoje vivemos uma absoluta instabilidade jurídica e institucional", diz.

As pesquisas eleitorais, que dão vantagem a Lula mesmo após o julgamento, indicam que a população também acredita na tese de perseguição, avalia o governador.

"Em nenhum país desenvolvido ele teria sido condenado. Não há prova, mensagem de celular, bilhete, registro de cartório. Ele nem sequer dormiu uma noite no apartamento. O juiz o condenou dizendo que estava convencido de que ele aceitaria o apartamento.

O que estão fazendo é uma perseguição histórica. Algo semelhante só ocorreu com Getúlio Vargas. Isso vai ficar mais claro na campanha.

Na medida em que se impeça o Lula, vai aumentar a insatisfação da população com esse sistema, que é seletivo, e com o Judiciário", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247