Rui entrega contenção de erosões no São Francisco

O governador Rui Costa entregou neste sábado obras que têm objetivo de compensar e reverter danos ambientais nas margens do Rio São Francisco; o governo do Estado fez contenção de pontos de erosão e mitigação de impactos ambientais negativos nas imediações da comunidade Fazenda Grande, que pertence ao município de Muquém do São Francisco; "O Rio São Francisco é extraordinário e a ação humana desmatou margens e [destruiu] afluentes que contribuíam com o Velho Chico. Realizamos esta obra no valor de R$ 11 milhões, que é para minimizar esses danos causados ao longo dos anos e que comprometem a saúde do rio, dos peixes, das pessoas que dependem dele", disse Rui

O governador Rui Costa entregou neste sábado obras que têm objetivo de compensar e reverter danos ambientais nas margens do Rio São Francisco; o governo do Estado fez contenção de pontos de erosão e mitigação de impactos ambientais negativos nas imediações da comunidade Fazenda Grande, que pertence ao município de Muquém do São Francisco; "O Rio São Francisco é extraordinário e a ação humana desmatou margens e [destruiu] afluentes que contribuíam com o Velho Chico. Realizamos esta obra no valor de R$ 11 milhões, que é para minimizar esses danos causados ao longo dos anos e que comprometem a saúde do rio, dos peixes, das pessoas que dependem dele", disse Rui
O governador Rui Costa entregou neste sábado obras que têm objetivo de compensar e reverter danos ambientais nas margens do Rio São Francisco; o governo do Estado fez contenção de pontos de erosão e mitigação de impactos ambientais negativos nas imediações da comunidade Fazenda Grande, que pertence ao município de Muquém do São Francisco; "O Rio São Francisco é extraordinário e a ação humana desmatou margens e [destruiu] afluentes que contribuíam com o Velho Chico. Realizamos esta obra no valor de R$ 11 milhões, que é para minimizar esses danos causados ao longo dos anos e que comprometem a saúde do rio, dos peixes, das pessoas que dependem dele", disse Rui (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Para compensar e reverter danos ambientais nas margens do Rio São Francisco, que é um dos principais afluentes do Brasil, o governo do Estado fez obras de contenção de processos erosivos e mitigação de impactos ambientais negativos nas imediações da comunidade Fazenda Grande, que pertence ao município de Muquém do São Francisco.

O governador Rui Costa esteve na localidade na manhã deste sábado (28) para entregar a obra que vai beneficiar diretamente 150 famílias de Fazenda Grande.

"O Rio São Francisco é extraordinário e a ação humana desmatou margens e [destruiu] afluentes que contribuíam com o Velho Chico. Realizamos esta obra no valor de R$ 11 milhões, que é para minimizar esses danos causados ao longo dos anos e que comprometem a saúde do rio, dos peixes, das pessoas que dependem dele. Em Fazenda Grande, corria o risco de as ruas e casas daquela comunidade serem levadas caso o barranco do rio desmoronasse", disse Rui.

As intervenções são resultado de parceria do governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento do Estado (SIHS), via Companhia de Engenharia Ambiental e de Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), órgão do governo federal.

O secretário de Recursos Hídricos, Cássio Peixoto, disse que o Rio São Francisco passa por um momento delicado, principalmente, quanto à degradação de margens nas nascentes. Segundo ele, os afluentes que chegam ao rio estão comprometidos.

"Identificamos áreas com bancos de areia no leito do rio comprometendo, sobretudo, a oferta de água para a população. Diante disso, foi feito um projeto para revitalização dessas nascentes e um projeto de infraestrutura hídrica, que é a construção destas encostas".

No distrito de Javi, que também pertence a Muquém, o governador participou da inauguração do Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA). A partir de agora, 4,7 mil pessoas que vivem em 19 localidades, pertencentes aos municípios de Muquém do São Francisco e Wanderley terão água de qualidade.

"Hoje, fizemos a inauguração da primeira etapa do sistema de água no valor de R$ 4 milhões. A segunda etapa, também no valor de R$ 4 milhões, será inaugurada no primeiro semestre do ano que vem. Tenho a plena convicção de que para as pessoas terem plena saúde é preciso beber água de qualidade. Por isso, o Água para Todos é um programa de absoluta prioridade para nós", disse o governador.

Ainda de acordo com Peixoto, para cada R$ 1 investido em água e saneamento, são economizados R$ 4 na área da saúde. "Já investimos este ano mais de R$ 250 milhões, através do programa Água para Todos". Uma das contempladas é a família da operadora de caixa Maria Angela Santos, que há oito dias deu a luz à segunda filha.

"A chegada desta água é muito importante. A gente vivia com a água salgada [salobra] e acabava gastando mais [dinheiro] para comprar água que vinha no caminhão pipa de Ibotirama. A água doce vai facilitar o nosso trabalho doméstico. É água doce para gente tomar. Melhorou 100%".

Ainda em Javi, o governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), entregou uma patrol (motoniveladora) ao município de Baianópolis.

Títulos de terra

Também foram entregues 19 títulos de terra que, entre outras facilidades, permite aos produtores rurais contrair empréstimos e, desta forma, ampliar a oferta de alimentos oriundos da agricultura familiar e, consequentemente, aumentar a renda. Dono de uma pequena propriedade na comunidade conhecida como Pageu do Meio, onde cria porcos e galinhas e planta milho e capim, Hilton Oliveira afirmou que "sem documento [que comprova a posse] é a mesma coisa de não ter terra".

O secretário estadual de Agricultura, Vitor Bonfim, o presidente da Cofevasf Felipe Mendes, o presidente da Cerb, Marcus Bulhões, entre outras autoridades, também acompanharam o governador Rui Costa nas cerimônias em Muquém do São Francisco.

Visita a unidade escolar

Ainda em Javi, Rui Costa esteve no Colégio Estadual Sidney Mascarenhas. Com a visita, ele pôde conhecer as demandas da comunidade escolar e contribuir para o cumprimento das metas do programa Educar para Transformar.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247