Rui nega responsabilidade de decidir candidatura

Uma das principais lideranças do PT na Bahia, o governador Rui Costa continua a recusar o rótulo de articulador político e de responsável pela condução das negociações com os aliados na busca por uma possível chapa única na disputa pela prefeitura de Salvador; "Não falo em nome dos presidentes dos partidos. Não recebi essa nomeação para coordenar (as eleições)"; Rui disse que está "dialogando" com os aliados sobre política, mas reafirmou que sua prioridade é o exercício do mandato e as ações que ele considera cruciais "para melhorar a vida dos baianos cada vez mais"; o PT está dividido entre apoiar a senadora Lídice da Mata (PSB) ou a deputada federal Alice Portugal (PC do B)

Uma das principais lideranças do PT na Bahia, o governador Rui Costa continua a recusar o rótulo de articulador político e de responsável pela condução das negociações com os aliados na busca por uma possível chapa única na disputa pela prefeitura de Salvador; "Não falo em nome dos presidentes dos partidos. Não recebi essa nomeação para coordenar (as eleições)"; Rui disse que está "dialogando" com os aliados sobre política, mas reafirmou que sua prioridade é o exercício do mandato e as ações que ele considera cruciais "para melhorar a vida dos baianos cada vez mais"; o PT está dividido entre apoiar a senadora Lídice da Mata (PSB) ou a deputada federal Alice Portugal (PC do B)
Uma das principais lideranças do PT na Bahia, o governador Rui Costa continua a recusar o rótulo de articulador político e de responsável pela condução das negociações com os aliados na busca por uma possível chapa única na disputa pela prefeitura de Salvador; "Não falo em nome dos presidentes dos partidos. Não recebi essa nomeação para coordenar (as eleições)"; Rui disse que está "dialogando" com os aliados sobre política, mas reafirmou que sua prioridade é o exercício do mandato e as ações que ele considera cruciais "para melhorar a vida dos baianos cada vez mais"; o PT está dividido entre apoiar a senadora Lídice da Mata (PSB) ou a deputada federal Alice Portugal (PC do B) (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247- Uma das principais lideranças do PT na Bahia, o governador Rui Costa continua a recusar o rótulo de articulador político e de responsável pela condução das negociações com os aliados na busca por uma possível chapa única na disputa pela prefeitura de Salvador com ACM Neto (DEM). O PT está dividido entre apoiar a senadora Lídice da Mata (PSB) ou a deputada federal Alice Portugal (PC do B).

Rui fez mais uma negativa sobre o assunto à imprensa nesta segunda-feira (4), na cerimônia de entrega de uma nova unidade com 10 leitos de UTI (unidade de terapia intensiva) no Hospital Santo Antônio,das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid).

"Talvez porque eu esteja focado em salvar vidas com estes equipamentos. Eu prefiro sempre estar empenhado em realizar ações para a população. Isso aqui me gratifica muito em saber que quatro vidas humanas serão salvas pela realização desse equipamento. Se isso significar crítica de aliados pela ausência da política, eu me sinto realizado como ser humano por estar concentrando minhas energias para melhorar o sistema de saúde do estado, a educação, para o povo viver melhor. Foi para isso que fui eleito, para isso que o povo me colocou no cargo de governador. Não falo em nome dos presidentes dos partidos. Não recebi essa nomeação para coordenar (as eleições)", disse o governador.

Reafirmando que manterá o foco em sua gestão, Rui delegou a responsabilidade pelas negociações sobre as eleições em Salvador à presidência do PT na Bahia. Ele disse que está "dialogando" com os aliados sobre política e que está inteirado sobre as negociações, mas reafirmou que sua prioridade é o exercício do mandato e as ações que ele considera cruciais "para melhorar a vida dos baianos cada vez mais".

"Cabe aos presidentes dos partidos coordenarem as eleições municipais, e o governador continuará priorizando ações como esta. Eu quero até o final do mês abrir a UPA (unidade de pronto atendimento) de Vitória da Conquista. Quero, ainda neste segundo semestre, abrir 20 leitos de UTI no município de Brumado, e quero também em julho abrir mais 10 leitos de UTI infantis em Eunápolis. A minha agenda está bastante ocupada com estas excelentes realizações e assim pretendo continuar", disse Rui.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247