Rui: "Reforma não pode ser empurrada com a barriga"

Em reunião com os 39 deputados que compõem sua base na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), nesta quarta-feira (4), o governador Rui Costa afirmou que a "reforma política não pode ser empurrada com a barriga" e destacou pontos classificados como prioritários nas áreas de saúde e educação; ele afirmou que ainda neste mês pretende lançar a primeira fase do 'Pacto pela Educação', que prevê "mais envolvimento com as famílias baianas"

Em reunião com os 39 deputados que compõem sua base na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), nesta quarta-feira (4), o governador Rui Costa afirmou que a "reforma política não pode ser empurrada com a barriga" e destacou pontos classificados como prioritários nas áreas de saúde e educação; ele afirmou que ainda neste mês pretende lançar a primeira fase do 'Pacto pela Educação', que prevê "mais envolvimento com as famílias baianas"
Em reunião com os 39 deputados que compõem sua base na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), nesta quarta-feira (4), o governador Rui Costa afirmou que a "reforma política não pode ser empurrada com a barriga" e destacou pontos classificados como prioritários nas áreas de saúde e educação; ele afirmou que ainda neste mês pretende lançar a primeira fase do 'Pacto pela Educação', que prevê "mais envolvimento com as famílias baianas" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Em reunião com os 39 deputados que compõem sua base na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) nesta quarta-feira (4), o governador Rui Costa afirmou que a "reforma política não pode ser empurrada com a barriga" e destacou pontos classificados como prioritários nas áreas de saúde e educação.

Ele afirmou que ainda neste mês pretende lançar a primeira fase do 'Pacto pela Educação', que prevê "mais envolvimento com as famílias baianas".

Na área da saúde, Rui Costa voltou a destacar "a necessidade" de formação de consórcios para melhorar a qualidade dos serviços, principalmente no interior do estado. Em Salvador, ele prometeu inaugurar as obras de reforma do Hospital Couto Maia e o anexo do Hospital Geral do Estado (HGE).

Sobre infraestrutura, o governador informou que vai inaugurar 15 rodovias ainda no primeiro semestre deste ano.

Presente ao encontro, o secretário da Fazenda (Sefaz), Manoel Vitório, disse que recebeu a seguinte "determinação" de Rui Costa: "Temos que manter a segurança financeira do Estado".

Vitório disse ainda que "medidas duras" estão sendo tomadas e que a Bahia "já sofre em virtude de alguns setores estarem arrecadando menos". O secretário ponderou que "uma luz quase vermelha" está piscando em virtude, por exemplo, do baixo crescimento do ICMS e do IPVA e da retração do consumo das famílias e destacou a redução dos valores referentes às transferências de convênios.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247