Sâmia Bomfim detalha o que há por trás da ração de Doria

Vereadora do PSOL faz um vídeo explicativo sobre as parcerias e informações "nebulosas" que envolvem o projeto da chamada "farinata", produzida com alimentos que estão perto da data de vencer ou até mesmo prontos para o descarte; as empresas que, segundo o prefeito tucano, "doarão" esses alimentos, "ganharão duas vezes: com a isenção fiscal da Prefeitura e economizando no que seria gastado com esse descarte", explica Sâmia; assista

Samia Bomfim
Samia Bomfim (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - A vereadora Sâmia Bomfim (PSOL-SP) publicou um vídeo nas redes sociais em que afirma que "o escândalo da ração" do prefeito João Doria (PSDB) "pode ser pior do que você pensa".

Ela explica com detalhes o que tem de "nebuloso" por trás do projeto anunciado pelo prefeito tucano contra a desnutrição em São Paulo. Sâmia diz, por exemplo, que o projeto foi aprovado e sancionado em tempo recorde (apenas um dia) na Câmara Municipal e lembra que o evento da sanção contou com a presença de representantes de diversos setores.

A vereadora explica ainda que a chamada "farinata", produzida com alimentos que estão perto da data de vencer ou até mesmo prontos para o descarte, faz as empresas ganharem duas vezes.

Ela destaca que as companhias que farão as "doações" desses alimentos, nas palavras de Doria, terão isenção fiscal da Prefeitura e ainda economizarão com o dinheiro que seria gasto com o descarte desses produtos, um processo que deve ser feito seguindo a legislação sanitária.

Assista abaixo ao vídeo da vereadora do PSOL:

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247