Sampaio liderou ação pela renúncia de Azeredo

Deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) foi um dos articuladores da manobra para que o ex-governador Eduardo Azeredo renunciasse e, assim, causasse menores danos aos tucanos

A gest�o do setor el�trioco e a atua��o da Agencia Nacional de Energia El�trica - Aneel ( Req. 9;2011 dos Dep. Valadares Filho e maur�cio Quintella Lessa)
A gest�o do setor el�trioco e a atua��o da Agencia Nacional de Energia El�trica - Aneel ( Req. 9;2011 dos Dep. Valadares Filho e maur�cio Quintella Lessa) (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma nota publicada pelo colunista llimar Franco revela que a renúncia de Eduardo Azeredo não foi uma decisão de foro íntimo, mas uma decisão liderada pelo deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) e articulada por vários parlamentares. Leia abaixo:

Foro íntimo? - ILIMAR FRANCO

 
O PSDB criou enredo épico para a renúncia de Eduardo Azeredo, réu no mensalão mineiro. Mas o afastamento foi definido na reunião da Executiva Nacional, dia 11. E coube a um grupo de deputados, coordenado por Carlos Sampaio (SP) e Bruno Araújo (PE), convencer o advogado de Azeredo, José Gerardo Grossi, que a renúncia era melhor para a campanha de Aécio Neves, para a imagem do PSDB e para a sua defesa.

Foi assim
Um grupo de deputados tucanos ficou na sala, após a reunião da Executiva, e definiu ainda que Azeredo sequer devia discursar na Câmara. E sugeriram que alguém lesse sua defesa. Coube ao deputado Marcus Pestana, presidente do PSDB mineiro, a tarefa. Estavam presentes, o líder Antonio Imbassay (BA); o vice do partido, Bruno Araújo (PE); Carlos Sampaio (SP); Mendes Thame (SP); Vanderlei Macris (SP) e Nilson Leitão (MS). Um deles proclamou: “Não tem que ir para a tribuna. No momento da gritaria não é hora de explicação”. Lá, o ex-líder Carlos Sampaio garantiu que, ainda assim, o STF julgaria Azeredo, e não a primeira instância. “Tenho 99% de certeza”, disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email