São João da Bahia terá 500 mil pessoas no interior

Entre os destinos mais procurados estão as cidades do Recôncavo Baiano, tais como Maragogipe, São Félix, Cachoeira, Santo. Amaro, Santo Antônio de Jesus, Conceição do Almeida, Cruz das Almas, Amargosa, Senhor do Bonfim e Irecê, bem como cidades litorâneas localizadas ao longo da Rodovia BA 099 (Estrada do Coco e Linha Verde), além de Itacaré, Ilhéus, Porto Seguro, Lençóis Palmeiras, Vitória da Conquista, Juazeiro, e Barreiras

Entre os destinos mais procurados estão as cidades do Recôncavo Baiano, tais como Maragogipe, São Félix, Cachoeira, Santo. Amaro, Santo Antônio de Jesus, Conceição do Almeida, Cruz das Almas, Amargosa, Senhor do Bonfim e Irecê, bem como cidades litorâneas localizadas ao longo da Rodovia BA 099 (Estrada do Coco e Linha Verde), além de Itacaré, Ilhéus, Porto Seguro, Lençóis Palmeiras, Vitória da Conquista, Juazeiro, e Barreiras
Entre os destinos mais procurados estão as cidades do Recôncavo Baiano, tais como Maragogipe, São Félix, Cachoeira, Santo. Amaro, Santo Antônio de Jesus, Conceição do Almeida, Cruz das Almas, Amargosa, Senhor do Bonfim e Irecê, bem como cidades litorâneas localizadas ao longo da Rodovia BA 099 (Estrada do Coco e Linha Verde), além de Itacaré, Ilhéus, Porto Seguro, Lençóis Palmeiras, Vitória da Conquista, Juazeiro, e Barreiras (Foto: Romulo Faro)

Tribuna da Bahia - Sob a expectativa de que 175 mil pessoas planejam curtir os festejos juninos longe da capital e utilizarão o Terminal Rodoviário de Salvados para viajar ao interior e outros estados, a Agerba-Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia intensifica as ações de fiscalização nas estradas da Bahia. A operação São João tem início amanhã e prossegue até o dia 27.

Também a partir desta sexta-feira horários extras estarão à disposição dos que pretendem viajar, como forma de atender à demanda de saída da cidade, tendo em vista o próximo final de semana prolongado. A considerar o volume de saídas para o Litoral Norte e outros destinos, além dos 80 mil previstos para embarcar via Ferry-boat, é certo que mais de 500 mil pessoas deixarão a capital para o festejo no interior do estado.

As ações servem tanto para quem optar pela viagem em ônibus intermunicipais e interestaduais, quanto para os que preferem dirigir pelas rodovias estaduais.

Entre os destinos mais procurados, segundo a Agerba, estão as Cidades do Recôncavo Baiano, tais como Maragogipe, São Félix, Cachoeira, Santo. Amaro, Santo Antônio de Jesus, Conceição do Almeida, Cruz das Almas, Amargosa, Senhor do Bonfim e Irecê, bem como cidades litorâneas localizadas ao longo da Rodovia BA 099 (Estrada do Coco e Linha Verde), além de Itacaré, Ilhéus, Porto Seguro, Lençóis Palmeiras, Vitória da Conquista, Juazeiro, e Barreiras.

No Terminal serão disponibilizados 1.700 horários extras além dos 540 que já funcionam diariamente. Caso haja demanda, a quantidade poderá ser ampliada. Está disponível a compra de passagens antecipadas, evitando as filas no dia da viagem e permitindo que as pessoas garantam os seus horários de passagens. A Agerba lembra a importância de apresentar documento de identificação e ser essencial que os baianos e turistas evitem o transporte clandestino por conta dos riscos a que estariam submetidos.

Fiscalização

Durante o feriadão, serão realizadas blitze nas BA's e BR's, a fim de combater o transporte clandestino intermunicipal. A Agerba, em conjunto com as polícias Rodoviária Federal e Estadual, vem participando de operações na tentativa de coibir a prática nas cidades e nas estradas da Bahia. A Agência alerta aos usuários para o perigo de embarcar em veículos clandestinos, que, além de não possuir vistoria, não conta com a cobertura do seguro, em caso de acidente. A ação crescente dos clandestinos no sistema intermunicipal de transporte de passageiros tem se constituído em uma preocupação constante, segundo a Agência.

A cartilha "Transporte Clandestino não é Legal", de conscientização da população sobre os riscos oferecidos pelo transporte irregular, já começou a ser distribuída nos terminais rodoviários.
O propósito, segundo o órgão, é transformar a população civil em agente fiscalizadora do transporte irregular, chamando a atenção para os riscos oferecidos por este tipo de prática.

Durante os festejos juninos – segunda maior festa do estado e época de maior demanda de veículos nas estradas – agentes da Agerba, em parceria com as Polícias Estaduais e Federais, "realizarão ações intensivas dentro das possibilidades cabíveis e legais no intuito de coibir as irregularidades do transporte intermunicipal".

Reclamações podem ser feitas nos terminais rodoviários, onde existem Postos de Fiscalização da Agerba ou através do telefone 0800 071 0080 da Ouvidoria da Agência, todos os dias da semana, das 7 horas às 19h através de ligação gratuita.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247