Secretário defende integração entre polícias

Antes de ser empossado formalmente como secretário de Segurança Pública, o coronel Lima Júnior defendeu a integração entre as polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e a Perícia Oficial como meio para dar sequência à redução da criminalidade em Alagoas; para ele, só a cooperação entre as forças de segurança será capaz de colocar os índices de violência do estado em um patamar considerado aceitável

Antes de ser empossado formalmente como secretário de Segurança Pública, o coronel Lima Júnior defendeu a integração entre as polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e a Perícia Oficial como meio para dar sequência à redução da criminalidade em Alagoas; para ele, só a cooperação entre as forças de segurança será capaz de colocar os índices de violência do estado em um patamar considerado aceitável
Antes de ser empossado formalmente como secretário de Segurança Pública, o coronel Lima Júnior defendeu a integração entre as polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e a Perícia Oficial como meio para dar sequência à redução da criminalidade em Alagoas; para ele, só a cooperação entre as forças de segurança será capaz de colocar os índices de violência do estado em um patamar considerado aceitável (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - O novo secretário de Segurança Pública, Paulo Domingos Lima Júnior, defendeu nesta segunda-feira (28) a integração entre as polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e a Perícia Oficial como meio para dar sequência à redução da criminalidade em Alagoas.

Para ele, só a cooperação entre as forças de segurança será capaz de colocar os índices de violência do estado em um patamar considerado aceitável. Lima Júnior lembrou que esta "postura" havia sido adotada pelo ex-secretário Alfredo Gaspar de Mendonça. 

"Um dos legados do doutor Alfredo Gaspar é a discussão diária da segurança pública, com a criação e implantação da mesa de situação. Nela, são discutidos os pontos fora linha e o que devem ser priorizados a cada dia. É um acompanhamento em tempo real", informou o novo secretário.

De acordo com Lima Júnior, o esforço conjunto das polícias deve ganhar força com os chamados centros integrados de segurança. "Está quase tudo pronto para iniciarmos o processo de licitação dos centros, o que vai fazer com que haja maior integração na ponta, no operacional".

Questionado sobre a eficácia das ações em cidades como Pilar, onde foram registrados quatro homicídios em apenas uma semana no início do mês, o secretário afirmou que as mortes estão ligadas a disputadas entre quadrilhas rivais e minimizou o fato dizendo que os suspeitos foram presos.

"Pilar é um exemplo de como a segurança recebe influência de agentes externos. Os grupos envolvidos nas mortes foram identificados e e os suspeitos presos. Nós estamos atentos para neutralizar qualquer situação que aumente a vulnerabilidade à violência", ponderou.

Lima Júnior toma posse formalmente nesta segunda-feira (28) no Palácio República dos Palmares.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247