Secretários se reúnem com Central Única das Favelas

Desde outubro deste ano, o governador do Estado, Fernando Pimentel, começou a discutir parcerias com as direções global, nacional e estadual da entidade; As secretarias de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) e de Governo (Segov) estão incumbidas das ações para o fortalecimento desta parceria

Desde outubro deste ano, o governador do Estado, Fernando Pimentel, começou a discutir parcerias com as direções global, nacional e estadual da entidade; As secretarias de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) e de Governo (Segov) estão incumbidas das ações para o fortalecimento desta parceria
Desde outubro deste ano, o governador do Estado, Fernando Pimentel, começou a discutir parcerias com as direções global, nacional e estadual da entidade; As secretarias de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) e de Governo (Segov) estão incumbidas das ações para o fortalecimento desta parceria (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Agência Minas - secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, recebeu nessa quarta-feira (25/11) na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), em Belo Horizonte, representantes da Central Única das Favelas (Cufa). O objetivo do encontro foi tratar da parceria que vem sendo construída entre o Governo do Estado e a entidade para melhorar a vida dos jovens moradores de aglomerados.

Além disso, foram discutidas, também, questões relacionadas ao fortalecimento da Cufa em Minas e a realização da 1° Taça das Favelas de Minas Gerais – programada para acontecer no próximo ano, com expectativa de reunir mais de 10 mil jovens, com idade entre 14 e 17 anos.

Desde outubro deste ano, o governador do Estado, Fernando Pimentel, começou a discutir parcerias com as direções global, nacional e estadual da entidade. As secretarias de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) e de Governo (Segov) estão incumbidas das ações para o fortalecimento desta parceria.

“Trata-se de uma parceria importantíssima e que contribuirá para uma maior inserção do Governo na periferia, não só na capital, mas em todo o Estado. Muitas vezes, os aglomerados não são apresentados à sociedade como espaços de criatividade e cidadania. E é essa aproximação que queremos”, ressaltou Odair Cunha.

Estiveram também no encontro o secretário de Esportes, Carlos Henrique Alves da Silva, o subsecretário de Comunicação, Marcus Vinícius Gimenez, a secretária-adjunta da Sedese, Rosilene Cristina Rocha e os representantes da Cufa: Francislei Henrique (Presidente Nacional da entidade), Celso Athayde, Preto Zezé, Marciele Aparecida e Bruno da Silva. O superintendente de Interiorização e Ação Cultural da Secretaria de Estado de Cultura, João Batista Miguel, representou o secretário Ângelo Oswaldo.

Sobre a Cufa

Fundada em 1989 nas favelas do Rio de Janeiro, a Cufa atua hoje nos 27 estados brasileiros e em 17 países. De acordo Celso Athayde, a ONG está disposta, neste momento, a fortalecer suas atividades em Minas Gerais.

Além do esporte, na Cufa os jovens são incentivados a, simultaneamente, se integrarem a atividades de áreas como Assistência Social, Saúde e Cultura. Eles podem ser estimulados a participar de atividades nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e de iniciativas de outras áreas, como doação de sangue e prevenção de doenças como dengue e tuberculose, entre outras. Há, ainda, um grande potencial de empreendedorismo nas favelas.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247