SED viabiliza outra empresa para Luziânia: Satus Ager

Dois dias após confirmar a instalação de fábrica de água mineral em Luziânia, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eliton, reforçou, em audiência com o empresário Estanislao Corral, da multinacional Satus Ager, o compromisso do governo de Goiás em apoiar a vinda de uma unidade da indústria; investimento podem chegar a R$ 80 milhões; empresa vai desenvolver projeto de beneficiamento de sementes para atender grandes empresas do setor agropecuário em operação no Estado

Dois dias após confirmar a instalação de fábrica de água mineral em Luziânia, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eliton, reforçou, em audiência com o empresário Estanislao Corral, da multinacional Satus Ager, o compromisso do governo de Goiás em apoiar a vinda de uma unidade da indústria; investimento podem chegar a R$ 80 milhões; empresa vai desenvolver projeto de beneficiamento de sementes para atender grandes empresas do setor agropecuário em operação no Estado
Dois dias após confirmar a instalação de fábrica de água mineral em Luziânia, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eliton, reforçou, em audiência com o empresário Estanislao Corral, da multinacional Satus Ager, o compromisso do governo de Goiás em apoiar a vinda de uma unidade da indústria; investimento podem chegar a R$ 80 milhões; empresa vai desenvolver projeto de beneficiamento de sementes para atender grandes empresas do setor agropecuário em operação no Estado (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - Dois dias após confirmar a instalação de fábrica de água mineral em Luziânia, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eliton, reforçou, em audiência com o empresário Estanislao Corral, da multinacional Satus Ager, o compromisso do governo de Goiás em apoiar a vinda de uma unidade da indústria, que propõe investimentos de R$ 80 milhões em Luziânia, na região do Entorno do Distrito Federal, onde vai desenvolver projeto de beneficiamento de sementes para atender grandes empresas do setor agropecuário em operação no Estado.

José Eliton afirmou que nas próximas semanas será assinado Protocolo de Intenções entre o Governo de Goiás e a empresa, tão logo esteja definida a área para a construção da planta. A previsão é de geração de 650 empregos diretos e indiretos.

Para viabilizar a instalação da empresa em Goiás, o vice-governador destacou questões relevantes como a possível liberação de recursos, por parte do Banco do Brasil, via Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). E reforçou que Luziânia é um “município importante e estratégico” para esta indústria, acrescentando que há interesse mútuo para que a instalação se concretize em tempo recorde e que as operações possam ser iniciadas em 2016, como é intenção dos empresários.

Serão produzidas / beneficiadas 600 mil sacas/ano de sementes que atenderão os mercados de Goiás e demais estados brasileiros, principalmente os do Norte, Nordeste e os demais que integram a região Centro-Oeste.

O vice-governador enfatizou o empenho do governo de Goiás na atração de novas empresas para o Estado. “Temos buscado a diversificação de atividades para consolidar nossas cadeias produtivas, e para isso ampliamos nosso espectro de empresas na cadeia industrial, nossos níveis de tecnologias e hoje estamos aptos para atendermos as demandas tanto o mercado interno, quanto o nacional e internacional, como de fato temos feito”, disse ele.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247