Sede do PT Ceará é alvo de vandalismo

A sede do PT Ceará foi alvo de atos de vandalismo na madrugada desta sexta (11). As câmeras de segurança do local flagraram a chegada de dois motoqueiros que despejaram tintas verde e amarela na fachada e pintaram nos muros os dizeres “171” e “A casa caiu”. O presidente estadual do partido, Fco. de Assis Diniz, manifestou sua indignação e preocupação com o ocorrido. “Foi com tinta, mas poderia ser com uma bomba. É muito grave, um atentado à democracia”

A sede do PT Ceará foi alvo de atos de vandalismo na madrugada desta sexta (11). As câmeras de segurança do local flagraram a chegada de dois motoqueiros que despejaram tintas verde e amarela na fachada e pintaram nos muros os dizeres “171” e “A casa caiu”. O presidente estadual do partido, Fco. de Assis Diniz, manifestou sua indignação e preocupação com o ocorrido. “Foi com tinta, mas poderia ser com uma bomba. É muito grave, um atentado à democracia”
A sede do PT Ceará foi alvo de atos de vandalismo na madrugada desta sexta (11). As câmeras de segurança do local flagraram a chegada de dois motoqueiros que despejaram tintas verde e amarela na fachada e pintaram nos muros os dizeres “171” e “A casa caiu”. O presidente estadual do partido, Fco. de Assis Diniz, manifestou sua indignação e preocupação com o ocorrido. “Foi com tinta, mas poderia ser com uma bomba. É muito grave, um atentado à democracia” (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - A sede do PT Ceará, localizada na Avenida da Universidade, no bairro Benfica, em Fortaleza, foi alvo de atos de vandalismo na madrugada desta sexta-feira (11). Imagens da câmera de segurança do local registraram a chegada de dois motoqueiros que, sem tirar os capacetes, despejaram baldes de tinta verde e amarela na fachada do prédio e pintaram os dizeres “171” e “A casa caiu”.

Para o presidente estadual do partido, Fco. de Assis Diniz, o ato representa “a expressão de uma reação de ódio que a direita quer perpetrar contra toda a esquerda”. “Foi com tinta, mas poderia ser com uma bomba. É muito grave, um atentado à democracia. Queremos deixar claro toda nossa indignação com essa escalada de ódio que vem sendo patrocinada pelos meios de comunicação e pela direita golpista”, disse De Assis. 

O presidente informou ainda que os registros estão sendo feitos e que uma denúncia será encaminhada para os órgão de segurança competentes.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email