Segurança e desenvolvimento promovem futuro mais promissor para o Brics, diz mídia chinesa

Texto defende que "a segurança política constitui um importante pilar para a cooperação do bloco"

www.brasil247.com - Bandeiras dos países do Brics
Bandeiras dos países do Brics (Foto: Telesul)


Rádio Internacional da China - Na videoconferência dos chanceleres dos países do BRICS, realizada na noite do dia 19, o presidente chinês, Xi Jinping, reiterou a segurança e o desenvolvimento como dois trabalhos importantes para o bloco. Segundo o líder chinês, como forças positivas e construtivas da comunidade internacional, os países membros devem injetar estabilidade e energia positiva às relações internacionais que se encontram em agitação. As observações do presidente chinês tiveram boa repercussão na comunidade internacional e foram refletidas na declaração conjunta após a reunião dos chanceleres dos países do BRICS.

A segurança política constitui um importante pilar para a cooperação do BRICS. O atual conflito russo-ucraniano prova mais uma vez que a busca unilateral da OTAN, liderada pelos EUA, por sua própria segurança em detrimento da segurança de outros países, não funcionará e apenas criará novos conflitos e riscos. Não muito tempo atrás, o presidente Xi Jinping propôs a Iniciativa de Segurança Global, fornecendo uma solução chinesa para o dilema da segurança em todo o mundo. No discurso, o líder chinês reiterou a importância dessa Iniciativa, enfatizando que os países do BRICS devem cuidar dos interesses centrais e das principais preocupações um do outro, respeitar a soberania, a segurança e os interesses de desenvolvimento de cada um, opor-se ao hegemonismo e à política de poder e resistir à mentalidade de Guerra Fria e confronto de grupos, de forma a construir conjuntamente uma comunidade de segurança da humanidade.

O desenvolvimento é outra tarefa para os países do BRICS. Diante da crescente incerteza e desequilíbrios proeminentes na recuperação econômica global, é mais importante do que nunca para os países emergentes e países em desenvolvimento fortalecer a solidariedade e a cooperação. Na Cúpula do BRICS de 2017 em Xiamen foi proposto o "BRICS+", que ampliou o escopo da radiação e os benefícios da cooperação do bloco. Em setembro do ano passado, o presidente Xi Jinping propôs a Iniciativa de Desenvolvimento Global, que recebeu apoio de mais de 100 países e organizações internacionais, incluindo das Nações Unidas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois de cinco anos, a China assumiu novamente a presidência rotativa do BRICS em 2022, e atualmente já realizou mais de 50 eventos relacionados para promover a cooperação do BRICS em diversas áreas e ampliar um novo espaço de desenvolvimento para os países em desenvolvimento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar dos desafios da pandemia, segurança internacional e recuperação econômica, o futuro do BRICS será promissor a partir do momento que os países do bloco conseguirem lidar adequadamente com a segurança e o desenvolvimento. Desta forma, mais força do BRICS será injetada ao desenvolvimento global.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tradução: Xia Ren
Revisão: Erasto Santos Cruz

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email