Sem palanque presidencial, Friboi lança flerte ao PSB

Sem o apoio do PT, que lançou Antônio Gomide para o governo de Goiás, empresário tenta articular um apoio do PSB, partido que comandou até transferir-se para o PMDB; no entanto, socialistas têm Vanderlan Cardoso como nome para a disputa em Goiás e descarta qualquer composição; ao se aproximar do partido de Eduardo Campos, Friboi cria uma saia justa entre Valdir Raupp e a presidente Dilma Rousseff; junto com Michel Temer, o presidente nacional do PMDB foi o principal articulador da filiação de Friboi; o empresário já havia tentado uma aliança com o DEM de Ronaldo Caiado, sem sucesso

Sem o apoio do PT, que lançou Antônio Gomide para o governo de Goiás, empresário tenta articular um apoio do PSB, partido que comandou até transferir-se para o PMDB; no entanto, socialistas têm Vanderlan Cardoso como nome para a disputa em Goiás e descarta qualquer composição; ao se aproximar do partido de Eduardo Campos, Friboi cria uma saia justa entre Valdir Raupp e a presidente Dilma Rousseff; junto com Michel Temer, o presidente nacional do PMDB foi o principal articulador da filiação de Friboi; o empresário já havia tentado uma aliança com o DEM de Ronaldo Caiado, sem sucesso
Sem o apoio do PT, que lançou Antônio Gomide para o governo de Goiás, empresário tenta articular um apoio do PSB, partido que comandou até transferir-se para o PMDB; no entanto, socialistas têm Vanderlan Cardoso como nome para a disputa em Goiás e descarta qualquer composição; ao se aproximar do partido de Eduardo Campos, Friboi cria uma saia justa entre Valdir Raupp e a presidente Dilma Rousseff; junto com Michel Temer, o presidente nacional do PMDB foi o principal articulador da filiação de Friboi; o empresário já havia tentado uma aliança com o DEM de Ronaldo Caiado, sem sucesso (Foto: José Barbacena)

Goiás247 - As incertezas dentro do PMDB goiano e as pretensões de Iris Rezende têm feito Júnior Friboi atirar para todos os lados. O empresário não desiste de seu projeto de disputar o Palácio das Esmeraldas e tenta até mesmo alianças quase impossíveis e que podem comprometer sua posição dentro de seu próprio partido.

Reportagem do jornal O Popular, da repórter Márcia Abreu, mostra que Friboi, por meio de emissários, procurou lideranças do PSB, em Brasília para formatar uma possível aliança. Essa movimentação expõe o senador Valdir Raupp (RO) e coloca o presidente nacional do PMDB numa tremenda saia justa com a presidente Dilma Rousseff. Raupp e o vice Michel temer foram os articuladores da filiação de Friboi ao PMDB goiano. Raupp, inclusive, saiu em defesa de Friboi na briga particular do empresário com Iris Rezende em Goiás.

Não é a primeira vez que Júnior vislumbra acordos improváveis. O empresário já tentou se aproximar do deputado federal Ronaldo Caiado (DEM), mesmo os dois sendo desafetos históricos. Em dezembro do ano passado, Júnior afirmou que se o PT lançasse candidato ao governo - e acabou lançando Antônio Gomide - ele buscaria alianças com o PSB e DEM.

A missão de Friboi é inglória. O pré-candidato do PSB ao governo de Goiás, Vanderlan Cardoso, descarta qualquer composição com o PMDB e vai tocar sua candidatura até o fim. Vanderlan term o apoio de Eduardo Campos, que foi pego de surpresa com a troca de partido de Friboi e teria se recusado a recebê-lo desde então.  

O PT consolidou Gomide e dificilmente recuaria para se aliar novamente ao PMDB de Friboi. Resta ao empresário resolver a crise com Iris e buscar partidos menores.

O mais provável, contudo, é que com Friboi o PMDB fique sem palanque presidencial em Goiás.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247