Semarh e UFG decidem ampliar parcerias

Estágios e monitoramento do ar estão entre os principais projetos discutidos entre o secretário Leonardo Vilela e o reitor Edward Madureira

Semarh e UFG decidem ampliar parcerias
Semarh e UFG decidem ampliar parcerias
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás247_ Parcerias entre a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e a Universidade Federal de Goiás (UFG) foram o tema centra da reunião do secretário Leonardo Vilela com o reitor Edward Madureira, na manhã desta sexta-feira, 1º, na Escola de Engenharia da UFG. Uma das parcerias discutidas se refere à abertura de vagas de estágio na Semarh para estudantes de engenharia ambiental. “Realizamos todas as ações de meio ambiente que colocam em prática o que os alunos aprendem na teoria”, destaca Leonardo.

Outra parceria versa sobre o monitoramento do ar e da água, que já são realizados pela Semarh. Todavia, a UFG também realiza trabalho semelhante, e a proposta é unificar os esforços para elaborar pareceres mais detalhados sobre a qualidade do ar e da água, para assim obter informações que sirvam como base para projetos de transporte e saneamento, entre outros. Para o secretário, esta é uma oportunidade de aproveitar todo o conhecimento e o cabedal científico da UFG enquanto a Semarh oferece sua estrutura e suas unidades de conservação ambiental para pesquisas.

Leonardo Vilela destacou ainda a sua emenda parlamentar de R$ 3 milhões destinada a projetos da UFG, como a ciclovia entre o Campus Samambaia e a Praça da Bíblia. Para este ano, diz, deve encaminhar mais cerca de R$ 2,5 milhões em emendas para as parcerias entre a Semarh e a Universidade. “Vamos deixar os projetos prontos para darmos início à sua operacionalização assim que a emenda for liberada”, declarou o reitor Edward Madureira.

A minuta para os convênios de estágio e de cooperação técnica para monitoramento da qualidade do ar e da água deverá ser assinada na próxima segunda-feira, dia 4, em nova reunião entre o secretário e o reitor. Por fim, Leonardo ressaltou que as unidades de Conservação do Estado vão receber grandes investimentos em estrutura para realização de pesquisa científica, além do lançamento de editais de pesquisa já neste primeiro semestre. A reunião contou ainda com a presença dos superintendentes de Unidades de Conservação e de Recursos Hídricos, José Leopoldo de Castro Ribeiro e Bento de Godoy Neto, além do diretor da Escola de Engenharia, Osvaldo Luiz Valinote, e dos coordenadores de Engenharia Ambiental, Francisco Teran, e de Engenharia Civil, Paulo Sergio Scalize.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247