Sempre do lado errado, Ronaldo defende Aécio e diz que votaria em Huck

Pelo visto, o ex-jogador Ronaldo Fenômeno não exibe na política a mesma desenvoltura que tinha nos gramados. Apesar de todas as denúncias reveladas, ele diz não ter se arrependido de votar e apoiar Aécio Neves em 2014 e, agora, afirma que votaria em seu amigo Luciano Huck; candidatura do apresentador à Presidência é tentativa da Globo de governar o Brasil sem intermediários

Sempre do lado errado, Ronaldo defende Aécio e diz que votaria em Huck
Sempre do lado errado, Ronaldo defende Aécio e diz que votaria em Huck

247 -  O ex-jogador Ronaldo Fenômeno segue do lado errado da política. 

Em entrevista publicada neste domingo, ele diz que não se arrepende de ter votado em Aécio Neves (PSDB) em 2014. "Ninguém sabia [das suspeitas ligadas ao tucano, que foi citado em delação da JBS]. O Brasil tinha duas opções naquele momento: metade votou no Aécio, metade na Dilma. Ninguém se salvou naquela eleição"

O ex-jogador diz ter conversado com seu amigo Luciano Huck sobre a aventada candidatura do global à Presidência do Brasil –à imprensa, o apresentador tem negado que vá concorrer ao cargo. "Mas não posso dizer o conteúdo da nossa conversa."

"Lógico que eu votaria nele [Huck]. É um empreendedor jovem, talentoso, faz o bem pra muita gente, tem muito claras suas ideias... É um cara em quem eu confio."

As informações são de reportagem da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247