Senador quer agilidade na PEC dos Agentes de Trânsito

A PEC 77 reconhece oa agentes de trânsito como categoria profissional e tramita atualmente na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ); caso haja alguma alteração na redação do projeto, a PEC retorna para a Câmara Federal onde será novamente votada; o senador garantiu à categoria de agentes tocantinenses que irá se empenhar no Senado para que a proposta seja aprovada sem alterações

A PEC 77 reconhece oa agentes de trânsito como categoria profissional e tramita atualmente na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ); caso haja alguma alteração na redação do projeto, a PEC retorna para a Câmara Federal onde será novamente votada; o senador garantiu à categoria de agentes tocantinenses que irá se empenhar no Senado para que a proposta seja aprovada sem alterações
A PEC 77 reconhece oa agentes de trânsito como categoria profissional e tramita atualmente na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ); caso haja alguma alteração na redação do projeto, a PEC retorna para a Câmara Federal onde será novamente votada; o senador garantiu à categoria de agentes tocantinenses que irá se empenhar no Senado para que a proposta seja aprovada sem alterações (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - O senador e representante da bancada tocantinense no Congresso, Ataídes Oliveira (Pros), esteve nesta segunda-feira, 17, com representantes da Associação dos Agentes de Trânsito do Tocantins (Aagtrans), que reivindicam o reconhecimento como categoria profissional. O pedido está no Projeto de Emenda à Constituição (PEC) nº 77.

A PEC 77 está na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ). Caso haja alguma alteração na redação do projeto, a PEC retorna para a Câmara Federal onde será novamente votada. Se isso ocorrer, os esforços para a aprovação da PEC voltam para a estaca zero e esse é o maior temor dos agentes de trânsito.

De acordo com Ataídes, isso não deve acontecer, visto que o projeto regulamenta uma categoria que contribui diretamente para a segurança e preservação da vida no trânsito. “É uma reivindicação muito justa, o reconhecimento profissional. Eu já abracei a causa e vou pegar pessoalmente esse projeto e discuti-lo com o senador Vital do Rego [PMDB], que é o presidente da CCJ, para que seja aprovado o mais rápido possível”, afirmou Ataídes.

Um dos representantes do movimento no Tocantins, o agente de trânsito Hélio Alves Pereira Rabelo, disse estar esperançoso com a garantia dada pelo senador. “Nossa categoria precisa ser reconhecida, para que assim possamos lutar por mais direitos e melhores condições de trabalho” destacou Hélio. O movimento pelo reconhecimento da categoria de Agente de Trânsito é nacional, são mais de 25 mil profissionais em todo o Brasil. No Tocantins são 186 agentes, sendo 56 em Palmas, números que segundo a Aagtrans Tocantins, são pequenos para atender toda a demanda.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email