Senatoriáveis divergem sobre maioridade penal

Em sabatina promovida pela OAB, Ronaldo Caiado (DEM) se disse a favor e Aguimar Jesuíno (PSB), contra; para combater a violência, democrata propõe aumentar penas; já o pessebista defende a unificação das polícias; os postulantes concordam com a necessidade urgente de uma reforma política que acabe com a reeleição, determine mandatos de cinco anos e promova a coincidências das eleições; os dois divergem, no entanto, sobre a proposta da OAB de eleições legislativas em dois turno; Aguimar é favorável

Em sabatina promovida pela OAB, Ronaldo Caiado (DEM) se disse a favor e Aguimar Jesuíno (PSB), contra; para combater a violência, democrata propõe aumentar penas; já o pessebista defende a unificação das polícias; os postulantes concordam com a necessidade urgente de uma reforma política que acabe com a reeleição, determine mandatos de cinco anos e promova a coincidências das eleições; os dois divergem, no entanto, sobre a proposta da OAB de eleições legislativas em dois turno; Aguimar é favorável
Em sabatina promovida pela OAB, Ronaldo Caiado (DEM) se disse a favor e Aguimar Jesuíno (PSB), contra; para combater a violência, democrata propõe aumentar penas; já o pessebista defende a unificação das polícias; os postulantes concordam com a necessidade urgente de uma reforma política que acabe com a reeleição, determine mandatos de cinco anos e promova a coincidências das eleições; os dois divergem, no entanto, sobre a proposta da OAB de eleições legislativas em dois turno; Aguimar é favorável (Foto: Realle Palazzo-Martini)

Do portal A Redação - A discussão sobre redução da maioridade penal foi o assunto que mais gerou opiniões contrárias durante sabatina realizada pela OAB Goiás com candidatos ao Senado pelo Estado, na manhã desta quinta-feira (4/9). Em seu segundo dia, o evento reuniu Ronaldo Caiado (DEM), Aguimar Jesuíno (PSB) e Elber Sampaio (PSOL). O presidente da casa, Henrique Tibúrcio, foi o responsável por mediar o "Fala, Candidato".

 Questionado sobre o que pode ser feito para melhorar a segurança pública, Ronaldo Caiado se mostrou favorável à redução da maioridade penal, mas também citou outros argumentos. "É preciso alcançar a origem do crime para conseguir combatê-lo. Se o ladrão que rouba carro é penalizado, o bandido que recepta tem que ser três vezes mais", exemplificou. O candidato pelo DEM também citou a educação em tempo integral como forma de combate à violência.

Ao contrário de Caiado, Aguimar Jesuíno afirmou categoricamente ser contra redução da maioridade penal. "Se reduzir para 17, o bandido vai recrutar um adolescente de 16 para cometer o crime, e assim sucessivamente. O que precisamos fazer, primeiramente, é cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente. Temos também que ter centros de internação que possam oferecer alternativas para recuperar o adolescente infrator", justificou.

Durante apresentação de suas propostas, o pessebista defendeu a unificação das polícias alegando que os países que adotaram esta política possuem um trabalho mais eficiente. "Também sugiro a desmilitarização da polícia. Ela hoje tem a função de proteger o Estado, mas a tarefa principal precisa ser proteger a sociedade", comentou.

Reforma política

Outro ponto levantado por Henrique Tibúrcio na sabatina foi a necessidade de uma reforma política. Para Caiado, não existe sistema eleitoral perfeito e é preciso quebrar a cultura da compra de voto.

"Defendo a necessidade de uma reforma política, mas faço uma oposição à proposta da OAB, que propõe dois turnos para cargos do legislativo. É desgastante", disse. "Quero acabar com a reeleição, a coincidência dos processos eleitorais e a ampliação do tempo de mandato para cinco anos", completou.

Para Aguimar, "a democracia brasileira foi sequestrada por gangues partidárias". Nos mesmos moldes que Caiado, o pessebista defendeu a proposta de que mandatos sejam ampliados para cinco anos e o fim da reeleição. "Entendemos que é preciso trocar as pessoas para evitar criação de vícios e feudos no poder", justificou.

Mais sabatina

Na quarta-feira (3), a OAB Goiás recebeu os candidatos ao Senado por Goiás Vilmar Rocha (PSD), Marina Sant'Anna (PT) e Aldo Muro (PSDC). Na próxima semana é a vez dos concorrentes ao governo de Goiás participarem do evento. Na quarta (10), estão previstos Vanderlan Cardoso (PSB) e Antônio Gomide (PT). Já na quinta (11), Iris Rezende (PMDB) e Marconi Perillo (PSDB) devem participar da sabatina. (Mônica Parreira)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247