“Seria um contrassenso o PT compor com quem traiu a democracia e o povo”

O deputado federal baiano Jorge Solla comemorou a decisão do Partido dos Trabalhadores (PT) de apoiar o André Figueiredo (PDT-CE) nas eleições para a presidência da Câmara dos Deputados; desde o primeiro momento ele se posicionou contra o apoio do PT aos nomes dos deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Jovair Arantes (PTB-GO); "Seria um contrassenso o partido fazer qualquer tipo de composição com quem traiu a democracia e o povo brasileiro", dispara o petista

O deputado federal baiano Jorge Solla comemorou a decisão do Partido dos Trabalhadores (PT) de apoiar o André Figueiredo (PDT-CE) nas eleições para a presidência da Câmara dos Deputados; desde o primeiro momento ele se posicionou contra o apoio do PT aos nomes dos deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Jovair Arantes (PTB-GO); "Seria um contrassenso o partido fazer qualquer tipo de composição com quem traiu a democracia e o povo brasileiro", dispara o petista
O deputado federal baiano Jorge Solla comemorou a decisão do Partido dos Trabalhadores (PT) de apoiar o André Figueiredo (PDT-CE) nas eleições para a presidência da Câmara dos Deputados; desde o primeiro momento ele se posicionou contra o apoio do PT aos nomes dos deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Jovair Arantes (PTB-GO); "Seria um contrassenso o partido fazer qualquer tipo de composição com quem traiu a democracia e o povo brasileiro", dispara o petista (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O deputado federal baiano Jorge Solla comemorou a decisão do Partido dos Trabalhadores (PT) de apoiar o André Figueiredo (PDT-CE) nas eleições para a presidência da Câmara dos Deputados. 

"A militância do partido em todo o país foi fundamental nesse processo. Essa é a grande diferença do PT. Nos momentos de maior adversidade suas raízes sociais se fazem presentes. O Partido dos Trabalhadores não poderia nem cogitar o apoio a quem teve papel protagonista no processo do impeachment da presidente Dilma. O nome de André Figueiredo se apresenta como a opção de respeito às instituições democráticas", disse Solla.

Desde o primeiro momento, o deputado baiano se posicionou contra o apoio do PT aos nomes dos deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Jovair Arantes (PTB-GO). "Seria um contrassenso o partido fazer qualquer tipo de composição com quem traiu a democracia e o povo brasileiro", dispara o petista.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247