Serra: “Não troco 1 Schneider por 6 Haddad”. Escândalo envolve Abril

Vice na chapa de José Serra, Alexandre Schneider, que foi secretário municipal de Educação, está sob investigação porque contratou a Fundação Victor Civita, ligada à Abril, que edita Veja, para treinar professores; questionado sobre o caso, Serra disse que não troca Schneider "nem por seis Fernando Haddad"

www.brasil247.com - Serra: “Não troco 1 Schneider por 6 Haddad”. Escândalo envolve Abril
Serra: “Não troco 1 Schneider por 6 Haddad”. Escândalo envolve Abril


247 – O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, afirmou neste sábado que não trocaria seu vice, Alexandre Schneider "nem por seis Fernando Haddad". O tucano fez a afirmação depois de saber que o rival petista havia dito que Schneider era alvo de uma investigação por improbidade administrativa (má conduta em cargo público). "Eu não troco um Schneider por seis Fernando Haddad em matéria de honestidade e competência", disse José Serra.

Schneider é acusado de desviar dinheiro público (leia artigo sobre o caso) para favorecer a Fundação Victor Civita, ligada à Editora Abril, responsável pela edição da revista Veja. Ele contratou a organização para treinar professores quando era secretário municipal de Educação na gestão de Gilberto Kassab (PSD). O processo, publicado em 4 de julho, tramita na 12ª Vara da Fazenda Pública.

Antes das eleições, Haddad já havia desferido críticas contra Schneider, afirmando que ele foi "um dos piores secretários de educação do país" [na gestão de Gilberto Kassab], não tendo cumprido, por exemplo, as metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na cidade, definidas pelo prefeito.

Serra voltou a falar do ex-ministro José Dirceu, condenado por corrupção ativa no processo do "mensalão", assim como fez nesta sexta-feira. "Em vez de se defender, em vez de mostrar que é inocente, ele ataca. É o padrão Zé Dirceu", comparou o tucano. "O Fernando Haddad fica a cada dia mais parecido com o Zé Dirceu".

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247