Servidores municipais agendam manifestação para 5 de junho

Será no próximo dia 5 de junho a IX Marcha dos Servidores Municipais do Ceará, organizada pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce). Este ano, os servidores marcharão com o slogan: “Em defesa da Democracia e dos Serviços Públicos frente à criminalização dos que lutam”. A marcha terá o apoio das As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, denunciando ainda o Golpe de 2016, as políticas neoliberais e medidas impopulares do Governo Temer e a prisão política do ex-presidente Lula

Será no próximo dia 5 de junho a IX Marcha dos Servidores Municipais do Ceará, organizada pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce). Este ano, os servidores marcharão com o slogan: “Em defesa da Democracia e dos Serviços Públicos frente à criminalização dos que lutam”. A marcha terá o apoio das As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, denunciando ainda o Golpe de 2016, as políticas neoliberais e medidas impopulares do Governo Temer e a prisão política do ex-presidente Lula
Será no próximo dia 5 de junho a IX Marcha dos Servidores Municipais do Ceará, organizada pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce). Este ano, os servidores marcharão com o slogan: “Em defesa da Democracia e dos Serviços Públicos frente à criminalização dos que lutam”. A marcha terá o apoio das As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, denunciando ainda o Golpe de 2016, as políticas neoliberais e medidas impopulares do Governo Temer e a prisão política do ex-presidente Lula (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - Será no próximo dia 5 de junho a IX Marcha dos Servidores Municipais do Ceará, organizada pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce).

Este ano, os servidores marcharão com o slogan: “Em defesa da Democracia e dos Serviços Públicos frente à criminalização dos que lutam”. 

A marcha fará menção ainda ao Golpe de 2016, às demais políticas neoliberais e medidas impopulares do Governo Temer e à prisão política do ex-presidente Lula. As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo estarão reforçando a atividade da FETAMCE. 

A concentração será às 8 horas na Praça da Bandeira, no Centro de Fortaleza, tradicional local de manifestação dos movimentos sociais.

O evento deve reunir representantes de mais de 160 municípios cearenses, que ocuparão as ruas para demonstrar a insatisfação da classe trabalhadora com a situação política, econômica e institucional do país, denunciando a redução das políticas sociais e investimentos públicos, principalmente com a aprovação da Emenda Constitucional 95 – do congelamento dos investimentos públicos, carro chefe da política de privatização do Estado brasileiro, juntamente com a Lei da Terceirização e a Reforma Trabalhista.

Além disso, os manifestantes repudiarão a violência contra as manifestações populares de entidades sociais e organizações de trabalhadores.

“O impacto dessas políticas, sobretudo a Emenda 95, tem desdobramentos no aumento da resistência dos servidores públicos municipais, que se revela numa primavera de greves e enfrentamentos com os gestores municipais, sendo que, em muitas dessas atividades, o desfecho tem se dado com truculência dos prefeitos”, diz Enedina Soares, presidente da Fetamce.

A dirigente denuncia o que chama de “ataques aos que lutam”, que se coloca na ordem de perseguição por parte do aparato do governamental e suas forças policiais, promovendo uma completa criminalização dos movimentos sociais, que se organizam em processos reivindicatório de manutenção e ampliação de direitos.

“É imprescindível, nessa conjuntura, ampliar a agenda de resistência e luta dos municipais no Ceará, para além do movimento sindical, compondo uma grande frente de lutadores, em defesa dos serviços públicos, os quais são o grande alvo das políticas restritivas da atualidade”, classifica Enedina.

A Marcha será encerrada com a realização da VIII Jornada dos Servidores Municipais, que deve aprofundar em debates e palestras as temáticas colocadas em cena pelo ato de rua.

Com informações da FETAMCE

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247