Silvio Costa bate duro no PSB: “partido golpista”

O deputado federal Silvio Costa (Avante-PE) reforçou o discurso do senador Armando Monteiro (PTB-PE) que quer colar no PSB a imagem de golpista por ter apoiado o golpe contra Dilma Rousseff (PT), sem crime de responsabilidade; ambos pretendem convencer o PT, alinhado a Armando nas duas últimas eleições, a não apoiar a legenda pessebista em 2018; “O PT diz que não vota em golpista e o partido golpista no Brasil é o PSB”, afirmou Silvio Costa, ao lado do petebista; Silvio Costa se coloca como pré-candidato ao Senado apoiado pelo ex-presidente Lula

O deputado federal Silvio Costa (Avante-PE) reforçou o discurso do senador Armando Monteiro (PTB-PE) que quer colar no PSB a imagem de golpista por ter apoiado o golpe contra Dilma Rousseff (PT), sem crime de responsabilidade; ambos pretendem convencer o PT, alinhado a Armando nas duas últimas eleições, a não apoiar a legenda pessebista em 2018; “O PT diz que não vota em golpista e o partido golpista no Brasil é o PSB”, afirmou Silvio Costa, ao lado do petebista; Silvio Costa se coloca como pré-candidato ao Senado apoiado pelo ex-presidente Lula
O deputado federal Silvio Costa (Avante-PE) reforçou o discurso do senador Armando Monteiro (PTB-PE) que quer colar no PSB a imagem de golpista por ter apoiado o golpe contra Dilma Rousseff (PT), sem crime de responsabilidade; ambos pretendem convencer o PT, alinhado a Armando nas duas últimas eleições, a não apoiar a legenda pessebista em 2018; “O PT diz que não vota em golpista e o partido golpista no Brasil é o PSB”, afirmou Silvio Costa, ao lado do petebista; Silvio Costa se coloca como pré-candidato ao Senado apoiado pelo ex-presidente Lula (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O deputado federal Silvio Costa (Avante-PE) reforçou neste domingo (26) o discurso do senador Armando Monteiro (PTB-PE) que quer colar no PSB a imagem de golpista por ter apoiado o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), sem crime de responsabilidade. Ambos pretendem convencer o PT, alinhado a Armando nas duas últimas eleições, a não apoiar o PSB em 2018. “O PT diz que não vota em golpista e o partido golpista no Brasil é o PSB”, afirmou Silvio Costa, ao lado do petebista.

Como vice-líder de oposição na Câmara, Silvio Costa foi um dos principais nomes contrários ao golpe contra Dilma e atualmente se coloca como pré-candidato ao Senado apoiado pelo ex-presidente Lula (PT).

“Tenho grande admiração pelo presidente Lula e vou lutar, até o último segundo, para que o PT vote em Armando em 2018”, afirmou o deputado. “O senador Armando foi ministro da Indústria e Comércio, é reconhecido em todo o Brasil por esse trabalho e lutou contra o impeachment da presidente Dilma. Vamos continuar unidos para retirar do comando do Estado esse governo que paralisa Pernambuco", disse.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247