Sindepol diz que promotor quer impedir fiscalização em postos de gasolina

Acusado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia de Goiás (Sindepol) de tentar impedir o Procon de fiscalizar abusos praticados por postos de gasolina na Capital, o promotor Fernando Krebs ficou nervoso ao vivo na TV Record, nesta quarta-feira, no momento em que debatia com a presidente da entidade, Silvana Nunes Ferreira; Krebs instaurou inquérito civil público para impedir o Procon de averiguar adulteração de gasolina, alinhamento de preços ou vazamento de bombas; instauração de inquérito atende a pedido do Sindicato dos donos de postos de combustível, que move uma intensa batalha contra os órgãos de fiscalização; veja o bate-boca

Acusado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia de Goiás (Sindepol) de tentar impedir o Procon de fiscalizar abusos praticados por postos de gasolina na Capital, o promotor Fernando Krebs ficou nervoso ao vivo na TV Record, nesta quarta-feira, no momento em que debatia com a presidente da entidade, Silvana Nunes Ferreira; Krebs instaurou inquérito civil público para impedir o Procon de averiguar adulteração de gasolina, alinhamento de preços ou vazamento de bombas; instauração de inquérito atende a pedido do Sindicato dos donos de postos de combustível, que move uma intensa batalha contra os órgãos de fiscalização; veja o bate-boca
Acusado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia de Goiás (Sindepol) de tentar impedir o Procon de fiscalizar abusos praticados por postos de gasolina na Capital, o promotor Fernando Krebs ficou nervoso ao vivo na TV Record, nesta quarta-feira, no momento em que debatia com a presidente da entidade, Silvana Nunes Ferreira; Krebs instaurou inquérito civil público para impedir o Procon de averiguar adulteração de gasolina, alinhamento de preços ou vazamento de bombas; instauração de inquérito atende a pedido do Sindicato dos donos de postos de combustível, que move uma intensa batalha contra os órgãos de fiscalização; veja o bate-boca (Foto: José Barbacena)

GBrasil - Acusado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia de Goiás (Sindepol) de tentar impedir o Procon de fiscalizar abusos praticados por postos de gasolina na Capital, o promotor Fernando Krebs deu chilique ao vivo na TV Record, nesta quarta-feira, no momento em que debatia com a presidente da entidade, Silvana Nunes Ferreira (confira vídeo ao final da matéria).

Krebs, descontrolado, não deixou a delegada falar. Gesticulando de maneira nervosa, afirmou que merece ser internado em hospício com camisa de força se estiver mesmo envolvido em tentativas de embargar o trabalho do Procon.

Talvez mereça mesmo.

Fato é que Krebs instaurou inquérito civil público para impedir o Procon de averiguar adulteração de gasolina, alinhamento de preços ou vazamento de bombas.

A instauração de inquérito atende a pedido do Sindicato dos donos de postos de combustível, que move uma intensa batalha contra os órgãos de fiscalização. Apesar de ser o autor da ação, o GBrasil apurou que o próprio Sindiposto está surpreso com a generosidade de Krebs em defender a causa deles - já que o MP é forjado em lutas como a defesa do consumidor.

HISTÓRICO

Em dezembro de 2016, o Sindiposto moveu ação judicial na 2ª vara da Fazenda Pública Estadual contra o Estado de Goiás, com objetivo de impedir que Procon de fiscalizar postos.

No entanto, a Justiça negou liminarmente o pedido dos empresários e asseverou a legítima competência do Procon.

Em 14 de setembro de 2017, Krebs expediu Portaria com determinação para instauração de Inquérito contra a atual superintendente do Procon e seu gerente de fiscalização, citando os mesmos argumentos que já haviam sido expostos pelo do Sindiposto na ação anterior. Ou seja: o promotor sustenta que, ao fiscalizar os postos, o Procon invade competências da Agência Nacional de Petróleo (ANP), do Inmetro e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Alega, ao final, que a superintendente e o gerente do Procon, vejam só, praticaram ato de improbidade. Surreal.

Abaixo, o vídeo do bate boca.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247